Gráfico de ganhos e gráfico de elevação para Ajuste de modelo e Descubrir preditores-chave com Classificação TreeNet®

Observação

Este comando está disponível com o Módulo de análise preditiva. Clique aqui saber mais sobre como ativar o módulo.

Use os gráficos de ganho e de elevação para avaliar o desempenho do seu modelo de classificação. O gráfico de ganho representa a taxa positiva total em porcentagem versus a porcentagem das contagens totais. O gráfico de elevação representa o ganho acumulado (ou ganho não acumulado) em comparação com a porcentagem da contagem total.

Interpretação do gráfico de ganho

As linhas de treinamento e de teste representam a resposta esperada usando o modelo preditivo. O conjunto de dados de treinamento ajusta o modelo, e o conjunto de dados de teste avalia o modelo. A linha de referência pontilhada representa uma linha com inclinação = 1, que é a resposta aleatória esperada sem o modelo.

Neste exemplo, o gráfico de ganho mostra um aumento acentuado acima da linha de referência, em seguida, um achatamento. Neste caso, aproximadamente 40% dos dados representam aproximadamente 80% dos positivos verdadeiros. Assim, se um negócio está direcionado a 20% da população orientada pelo modelo, o percentual da taxa positiva verdadeira é de aproximadamente 40%. Sem o modelo, o percentual correspondente é de 20%. Essa diferença é o ganho extra com o uso do modelo.

Interpretação do gráfico de elevação

As linhas de treinamento e de teste representam a resposta esperada usando o modelo preditivo. O conjunto de dados de treinamento ajusta o modelo, e o conjunto de dados de teste avalia o modelo. Elevação é a razão da porcentagem de ganho em relação ao resultado aleatório esperado. A linha de referência pontilhada representa uma elevação acumulada de 1, o que significa que não há ganho em comparação com resultado aleatório.

Neste exemplo, o gráfico de elevação mostra um grande aumento acima da linha de referência que cai gradualmente. Assim, usando esse modelo, podemos entrar em contato com apenas 10% dos clientes, mas isso alcançará mais do que o dobro dos entrevistados do que seria se não usássemos nenhum modelo.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política