Exemplo de Carta multi-vari

Um engenheiro quer avaliar o efeito do tempo de sinterização na resistência à compressão de três metais diferentes. O engenheiro mede a resistência à compressão de três amostras de cada tipo de metal em cada tempo de sinterização: 100 minutos, 150 minutos e 200 minutos.

O engenheiro cria cartas multi-vari para procurar possíveis tendências e interações nos dados.

  1. Abra os dados amostrais, TempoSinterização.MTW.
  2. Selecione Estat > Ferramentas da Qualidade > Carta Multi-Vari.
  3. Em Resposta, insira Resistência.
  4. Em Fatores (1-8, o mais periférico primeiro), insira TipoMetal e TempoSinter.
  5. Selecione Teste do desvio padrão.
  6. Clique em OK.

Interpretar os resultados

A primeira carta é a resposta média com gráfico de variação que mostra os valores de medição de resistência e a amplitude de cada célula formada pela combinação dos dois fatores - MetalType e SinterTime. A segunda carta mostra o desvio padrão para cada combinação dos dois fatores.

A resistência varia diferentemente entre os tipos de metal a cada tempo de sinterização. A diferença indica uma possível interação.

A carta multi-vari indica uma possível interação entre o tipo de metal e a duração do tempo de sinterização. A maior resistência à compressão para Metal Tipo 1 é obtido por sinterização durante 100 minutos, para Metal Tipo 2 por sinterização por 150 minutos, e para Metal Tipo 3 por sinterização para 200 minutos. Além disso, o gráfico de desvio padrão mostra desvios padrão relativamente constantes para os tempos de sinterização de 100 e 150, mas varia mais com o tempo de sinterização de 200.

Para quantificar essa interação e para determinar se ela é estatisticamente significativa, o engenheiro pode analisar melhor esses dados com uma ANOVA (análise de variância) ou um modelo linear geral.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política