Qual o motivo de ter um teste unilateral para um teste de aleatorização para a proporção de 1 amostra quando é especificado um teste bilateral?

Para calcular o valor-p para um teste de aleatorização bilateral para a proporção de 1 amostra o Minitab calcula a distância entre a proporção da amostra original e a proporção hipotética. Em seguida, o Minitab adiciona e subtrai a distância à proporção hipotética para calcular dois valores de referência. O valor-p é a proporção de reamostras que são pelo menos tão extremas quando os valores de referência.

No exemplo a seguir, a proporção da amostra original é 0,4 e a proporção hipotética é 0,5. Portanto os dois valores de referência são 0,4 e 0,6. As barras vermelhas indicam que 0,111 das reamostras são menores ou iguais a 0,4 e 0,099 das reamostras são maiores ou iguais a 0,6. A soma dessas duas proporções resulta em um valor-p de 0,21.

Entretanto, se a proporção hipotética for perto de 0 ou 1, é possível que um dos valores de referência sejam menores que 0 ou maiores que 1. Considere o caso quando a média da amostra original é 0,15 e a proporção hipotética é 0,07. Isso faz com que um dos valores de referência seja -0,01, o que é um valor que não é possível para uma variável binomial. Como nenhuma reamostra pode ter uma proporção menor que -0,01, o Minitab realiza neste caso um teste unilateral.

express-output generated-content
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política