Como obter um intervalo de confiança mais preciso

Quando o intervalo de confiança é largo demais, não é possível ter certeza do valor real de um parâmetro, como a média. Entretanto, você pode usar diversas estratégias para reduzir a largura de um intervalo de confiança para tornar a estimativa mais precisa. As características que se seguem afetam a largura do intervalo de confiança.
  • Tamanho amostral
  • Variação nos dados
  • Tipo de intervalo
  • Nível de confiança

Aumentar o tamanho amostral

Frequentemente, a maneira mais prática para diminuir a margem de erro é de aumentar o tamanho amostral. Normalmente, quanto mais observações que você tem, mais estreito é o intervalo em torno da estatística amostral. Assim, muitas vezes você pode coletar mais dados para obter uma estimativa mais precisa de um parâmetro da população.

Você deve ponderar os benefícios de uma maior precisão com o tempo e os recursos adicionais necessários para coletar uma amostra maior. Por exemplo, um intervalo de confiança de que é estreito o suficiente para conter apenas o parâmetro da população exige que você meça cada sujeito na população. Obviamente, tal estratégia normalmente seria altamente impraticável.

Reduzir a variabilidade

Quanto menos seus dados variarem, maior será a precisão que você poderá aplicar à estimativa de um parâmetro populacional.

Isso é porque a redução da variabilidade dos dados diminui o desvio padrão e, assim, a margem de erro para a estimativa. Embora possa ser difícil reduzir a variabilidade em seus dados, às vezes você pode fazê-lo ajustando a forma como coleta os dados. Por exemplo, você pode usar um experimento pareado para comparar dois grupos. Da mesma forma, pode ser capaz de reduzir a variabilidade, melhorando o processo de modo que ele fique mais consistente ou medindo com maior precisão.

Usar um intervalo de confiança unilateral

Um intervalo de confiança unilateral tem uma margem de erro menor do que um intervalo de confiança bilateral. No entanto, um intervalo unilateral apenas indica se um parâmetro é menor ou maior do que um valor de corte. Um intervalo unilateral não fornece nenhuma informação informação sobre o parâmetro no sentido oposto. Assim, use um intervalo de confiança unilateral de aumentar a precisão de uma estimativa apenas quando você está preocupado com a estimativa de ser maior ou menor do que um valor de corte, mas não ambos.

Por exemplo, uma empresa de bebidas quer determinar qual a quantidade de sólidos dissolvidos na água potável. Quanto menos sólidos dissolvidos eles tiverem, melhor. Quando se calcular um intervalo de confiança bilateral, o lado superior do intervalo é de 18,4. No entanto, como a empresa só se preocupa com o limite superior, podem calcular um intervalo de confiança unilateral, em vez disso. O intervalo de confiança unilateral mostra que o limite superior para a quantidade de sólidos dissolvidos é ainda menor, 17,8 mg/l.

Reduzir o nível de confiança

A vantagem de um nível de confiança menor é que você obtém um intervalo de confiança mais estreito, mais preciso. A desvantagem é que você tem menos confiança de que o intervalo de confiança contenha o parâmetro da população em que está interessado.

Por isso você só deve reduzir o intervalo de confiança se, na sua situação, a vantagem de se ter maior precisão é maior do que a desvantagem de menor confiança. Por exemplo, se for muito caro aumentar o tamanho amostral em seu estudo, baixar o nível de confiança irá encurtar o comprimento do intervalo, à custa da perda de alguma confiança.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política