O que é um gráfico de Pareto?

Um gráfico de Pareto é um tipo especial de gráfico de barras onde os valores representados são organizados do maior para o menor. Use um gráfico de Pareto para identificar os defeitos que ocorrem mais frequentemente, as causas mais comuns de defeitos, ou as causas mais frequentes de reclamações de clientes.

O gráfico de Pareto recebe esse nome em virtude de Vilfredo Pareto e seu princípio da "regra 80/20". Ou seja, 20% das pessoas controlam 80% da riqueza; ou 20% da linha de produção pode gerar 80% dos resíduos; ou 20% dos clientes podem gerar 80% das reclamações, e assim por diante.

Exemplo de um gráfico de Pareto

Um gerente quer investigar as causas da insatisfação dos clientes em um determinado local do hotel. O gerente investiga e registra os motivos das reclamações dos clientes.

Normalmente, o eixo y à esquerda é a frequência de ocorrência, e o eixo y à direita é a porcentagem acumulada do número total de ocorrências. O eixo x mostra as categorias de defeitos, reclamações, resíduos, e assim por diante.

O que um gráfico de Pareto ponderado?

Um gráfico de Pareto ponderado não só considera a frequência de ocorrência, mas também a importância. Um gráfico de Pareto ponderado pode representar graficamente a gravidade dos defeitos, ou o custo, ou qualquer outra coisa que você gostaria de acompanhar. Por exemplo, suponha que você tenha 5 defeitos de revestimento que você esteja monitorando: rugas, manchas, arranhões, nódoas de sujeira e bolhas.

Você coleta dados sobre a frequência de ocorrências de defeitos e os custos de retrabalho. Um gráfico de Pareto ponderado poderá alterar a sua prioridade para projetos de melhoria, considerando dados com base nos dados de custo e frequência. Por exemplo, apesar de as rugas serem mais frequentes, elas são menos dispendiosas do que a reparação nódoas de sujeira, que são uma ocorrência mais rara. Considerar o custo e a frequência vai lhe proporcionar uma melhor compreensão do seu custo de má qualidade (COPQ).

O gráfico de Pareto que considera apenas a frequência

Os defeitos que ocorrem mais frequentemente são rugas e manchas. Com base apenas nessas informações, é possível decidir desenvolver um projeto de melhoria para diminuir a quantidade de rugas e manchas.

O gráfico de Pareto ponderado que considera custo e frequência

Os defeitos de maior custo são arranhões e manchas de sujeira. Com base nestes dados mais informativos, você decide se é melhor desenvolver um projeto de melhoria para reduzir o número de arranhões e manchas de sujeira.

Coisas a serem consideradas ao usar um gráfico de Pareto

O gráfico de Pareto é simples de entender e usar; contudo, é importante considerar o seguinte:
  • Os dados coletados durante um curto período de tempo, especialmente de um processo instável, pode levar a conclusões incorretas. Como os dados podem não ser confiáveis, você pode ter uma ideia enganosa da distribuição de defeitos e causas. Quando o processo não estiver em controle, as causas podem ser instáveis e os poucos problemas vitais podem mudar de uma semana para a outra. Períodos curtos de tempo podem não ser representativos do seu processo como um todo.
  • Os dados coletados durante longos períodos de tempo podem incluir alterações. Examine os dados para estratificação ou mudanças no problema da distribuição com o tempo.
  • Selecione as categorias cuidadosamente. Se sua análise de Pareto inicial não tiver resultados úteis, assegure-se de que suas categorias sejam significativas e que sua "outra" categoria não seja muito grande.
  • Escolha cuidadosamente os critérios de ponderação. Por exemplo, o custo pode ser uma medida mais útil para a definição de prioridades de número de ocorrências, especialmente quando os custos de vários defeitos são diferentes.
  • Concentrar-se nos problemas com maior frequência deve diminuir o número total de itens que necessitam de retrabalho. Concentrar-se nos problemas com maior custo deve aumentar os benefícios financeiros da melhoria.
  • O objetivo de uma análise de Pareto é obter uma recompensa máxima a partir dos esforços de qualidade, mas isso não significa que problemas pequenos, facilmente resolvidos devem ser ignorados até que os problemas maiores sejam resolvidos.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política