Exemplo de Transformação de Johnson

Um engenheiro de qualidade de uma empresa suplementos nutricionais deseja avaliar o teor de cálcio em cápsulas de vitamina. O engenheiro coleta uma amostra aleatória de cápsulas e registra seu conteúdo de cálcio. De experiência passada, o engenheiro sabe que os dados são assimétricos à direita.

O engenheiro realiza a transformação de Johnson para transformar os dados a fim de que eles sigam uma distribuição normal e para armazenar os valores transformados na worksheet para análises posteriores.

  1. Abra os dados das amostras, TeorDeCálcio.MTW.
  2. Selecione Estat > Ferramentas da Qualidade > Transformação de Johnson.
  3. Em Dados organizados como, selecione Coluna única, em seguida, insira Cálcio.
  4. Sob Armazenar dados da transformação em, em Coluna única, insira C2.
  5. Clique em OK.

Interpretar os resultados

O Minitab exibe um gráfico de probabilidade normal e um valor-p para os dados originais e transformados. Se os dados são normais, os pontos no gráfico seguem uma linha aproximadamente reta dentro dos limites de confiança e o valor-p é maior do que o nível de alfa. Para avaliar o ajuste de distribuição, normalmente, é utilizado um nível alfa de 0,05 ou 0,10.

Para os dados originais, os pontos de dados no gráfico de probabilidade não seguem uma linha reta e o valor-p (0,046) é menor do que alfa, que indica que os dados originais de cálcio não são normais. Para os dados transformados, os pontos de dados do gráfico de probabilidade caem ao longo da linha reta e o valor-p (0,986) é maior do que alfa.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política