Z bench como uma estimativa de capacidade sigma

Você pode usar valores Z bench em vez dos índices de capacidade Cp e Pp para descrever a capacidade sigma de um processo com dados de medição.

O que é Z bench?

Você pode usar valores Z bench para descrever a capacidade sigma do seu processo. Como eles são baseados em uma distribuição normal padrão, as estatísticas Z bench são valores de benchmark que permitem comparar facilmente a capacidade do processo.

Para compreender o Z bench, considere todos os defeitos de um processo, que normalmente caem nos dois lados dos limites de especificação.

Se você colocar todos os defeitos na cauda direita da distribuição e, depois, medir o número de desvios padrão do centro ao ponto que define os defeitos totais, você irá obter o valor de Z bench.

Quais são os diferentes valores de Z bench?

As estatísticas de Z bench podem indicar a capacidade de curto prazo (potencial) ou de longo prazo (real) do seu processo, dependendo se elas foram calculadas usando-se o desvio padrão dentro ou global.
Z bench de curto prazo (Z.bench ST)
O Z bench de curto prazo é calculado usando-se o desvio padrão interno do processo. Ele é uma medição de como seu processo atual iria se comportar se você pudesse manter a constante de variação de curto prazo, que é ideal, ou o cenário do processo.
Z Bench de longo prazo (Z.bench LT)
O Z bench de longo prazo é calculado usando-se o desvio padrão global do processo. Ele é uma medição melhor da realidade porque não podemos normalmente manter a variação de curto prazo com o tempo. Ele representa a qualidade que o cliente recebe realmente.
Z Shift
É a diferença entre Z benchST e Z benchLT. Quanto maior o deslocamento Z, maior a oportunidade que você tem para melhoria, se for capaz de controlar melhor seu processo e eliminar ou reduzir as causas especiais que criam a variação entre subgrupos.
Normalmente, os praticantes supõem um deslocamento σ de 1,5 (ZST = ZLT + 1,5 ).

Como exibir Z bench

Você pode realizar uma análise de capacidade normal e exibir estatísticas Z bench para dados contínuos. Suponha que os dados estão em C1, o tamanho do subgrupo é 5, o limite da especificação inferior é 598, e o limite da especificação superior é 602. Além disso, suponha que os dados vêm de uma distribuição normal e o processo está sob controle estatístico.

  1. Selecione Estat > Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade > Normal.
  2. Em Coluna única, insira C1.
  3. Em Tamanho do subgrupo, insira 5.
  4. Em Espec inferior, insira 598. Em Espec superior, insira 602.
  5. Clique em Opções. Selecione Z Benchmark (nível σ).
  6. Clique em OK em cada caixa de diálogo.
As estatísticas Z bench são exibidas na saída gráfica em Capacidade potencial (interna) e em Capacidade global.

Usando o Z bench para estimar a capacidade sigma

O Z bench é frequentemente usado para estimar a capacidade sigma de um processo. Contudo, o método exato usado pode diferir dependendo das práticas da indústria ou padrões da empresa. Alguns profissionais relatam a capacidade sigma como o valor de Z bench de curto prazo sob a capacidade potencial (dentro), que usa o desvio padrão dentro de subgrupos. Outros profissionais definem a capacidade sigma como 1,5 mais o valor de Z bench de longo prazo na capacidade global, que usa o desvio padrão global do processo. (Por exemplo, se o Z bench sob a capacidade global for 4, a capacidade sigma é 4 = 1,5 = 5,5).

Usando os valores de Z bench, você pode determinar outras medições de capacidade para seu processo. Esta tabela mostra a relação entre os valores Z bench e outras medições de capacidade.
Z bench Capacidade Sigma PPM de defeituosos
1 2,5σ 158.655
2 3,5σ 22.750
3 4,5σ 1.350
4 5,5σ 32
4,5 6,0σ 3,4
Observação

Na tabela, a capacidade sigma é calculada supondo-se um desvio Z de 1,5σ

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política