Exemplo de Gráfico de visão geral de distribuição (censura à direita)

Um engenheiro de confiabilidade estuda as taxas de falha de enrolamentos de motor de montagens de turbina para determinar o tempo no qual os enrolamentos falham. Em altas temperaturas, os enrolamentos podem se decompor muito rapidamente.

Os engenheiro registra os tempos de falha para os enrolamentos do motor a 80 °C e 100 °C. No entanto, algumas das unidades precisaram ser removidas do teste antes de falhar. Portanto, os dados são censurados à direita. O engenheiro usa Gráfico de visão geral de Distribuição (censura à direita) para ajustar uma distribuição lognormal aos dados e para avaliar visualmente as taxas de sobrevivência e falha ao longo do tempo.

  1. Abra os dados das amostras, ConfiabilidadeDoEnrolamentoDoMotor.MTW.
  2. Selecione Estat > Confiabilidade/Sobrevivência > Análise de Distribuição (Censura à Direita) > Gráfico de Visão Geral de Distribuição.
  3. Em Variáveis, insira Temp80 Temp100.
  4. Selecione Análise paramétrica. Em Distribuição, selecione Lognormal.
  5. Clique em Censura. Em Usar colunas de censura, insira Cens80 Cens100.
  6. Em Valor de censura, digite 0.
  7. Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Interpretar os resultados

O gráfico de probabilidade mostra que os pontos para os tempos de falha caem aproximadamente na linha reta para as duas variáveis. Portanto, a distribuição lognormal é um bom ajuste para os dados de ambas as variáveis.

Use o gráfico de função de risco para comparar a taxa de falhas em relação a diferentes variáveis. Por exemplo, a 100 °C, a taxa de falhas é inicialmente maior do que a 80 °C, atingindo um pico de cerca de 0,03 a aproximadamente 40 horas. A 80 °C, a taxa de falhas aumenta mais lentamente, atingindo um pico de mais de 0,032 a aproximadamente 50 horas.

Use o gráfico de função de sobrevivência para comparar a taxa de sobrevivência de variáveis diferentes. Por exemplo, em tempos inferiores a aproximadamente 150 horas, a porcentagem de enrolamentos que sobrevivem é consideravelmente maior a 80 °C do que a 100 °C. Depois de 150 horas, a porcentagem de enrolamentos que sobrevivem torna-se quase a mesmo para as duas temperaturas.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política