Visão geral de Teste de vida acelerado

Use Teste de vida acelerado para modelar o desempenho do produto (geralmente tempos de falha) em níveis de estresse extremo e para extrapolar os resultados de volta às condições normais.

A meta de um teste acelerado de vida é acelerar o processo de falha para obter informações oportunas sobre produtos com uma vida útil longa. Os métodos de aceleração incluem testes sob condições de temperatura extrema, tensão, pressão e assim por diante.

Por exemplo, em condições normais de um microchip pode não falhar por muitos anos. No entanto, o mesmo microchip falhará dentro de horas quando submetido a temperaturas elevadas. Com um teste acelerado de vida útil, é possível usar as informações sobre quando os microchips falharão sob altas temperaturas para prever quando as falhas tendem a ocorrer em condições normais de operação.

Um teste de vida útil acelerado, avalia a relação entre o tempo de falha e pelo menos uma variável de aceleração. Utilize este teste para responder a perguntas como as seguintes:
  • Quando componentes altamente confiáveis devem falhar?
  • Qual é o efeito de um fator sobre o tempo de vida útil de um produto?
  • Quais são é os conjuntos que maximizam o tempo de vida útil de um produto?

Onde encontrar esta análise

Para realizar um teste de vida útil acelerado, selecione Estat > Confiabilidade/Sobrevivência > Teste de Vida Acelerado.

Quando usar uma análise alternativa

Se os dados de resposta são binários (apenas dois resultados possíveis), em vez de medições contínuas de tempo de falha (ou outras unidades), use Análise por probito.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política