Análise de contingência para Análise de correspondência simples

Encontre definições e interpretação para cada estatística fornecida na análise da tabela de contingência para análise de correspondência simples.

Eixo

O Minitab calcula cada eixo principal, que também é chamado de um componente principal. O Minitab ordena os componentes principais por quanto eles respondem pela inércia total. O primeiro componente principal (eixo) responde pela maior parte da inércia. O segundo componente principal (eixo) responde pela maior parte da inércia restante e assim por diante.

Interpretação

Use os eixos principais para avaliar quais componentes respondem pela maior parte da variabilidade nos dados.

Análise da Tabela de Contingência Eixo Inércia Proporção Acumulado 1 0,0391 0,4720 0,4720 2 0,0304 0,3666 0,8385 3 0,0109 0,1311 0,9697 4 0,0025 0,0303 1,0000 Total 0,0829

Essa tabela resume a decomposição de uma tabela de contingência 10 x 5 em 4 eixos principais ou componentes. A inércia total explicada pelos quatro componentes é 0,0829. Da inércia total, o primeiro componente responde por 47,2% da inércia e o segundo componente responde por 36,66% da inércia, e assim por diante. Idealmente, o primeiro, dois ou três componentes respondem pela maior parte da inércia total.

Inércia

A inércia da célula é o valor qui-quadrado na célula dividido pela frequência total da tabela de contingência. A inércia da linha é a soma das inércias da célula para a linha. A inércia da coluna é a soma das inércias da célula para a coluna. A soma de todas as inércias da célula é a inércia total ou simplesmente a inércia.

Interpretação

Use a inércia para avaliar as associações entre categorias e contribuições para a variação nos dados. Valores mais altos geralmente indicam uma associação mais forte e maior variação. Você também pode usar a inércia para determinar quais componentes principais respondem pela maioria do desvio dos valores esperados nos dados.

Análise da Tabela de Contingência Eixo Inércia Proporção Acumulado 1 0,0391 0,4720 0,4720 2 0,0304 0,3666 0,8385 3 0,0109 0,1311 0,9697 4 0,0025 0,0303 1,0000 Total 0,0829

A tabela Análise de contingência mostra a decomposição da inércia total. A coluna rotulada Inércia contém o valor qui-quadrado / n responsável por cada componente principal, também chamado um eixo principal. Esses resultados mostram a decomposição de uma tabela de contingência 10 x 5 em 4 componentes. A inércia total explicada pelos quatro componentes é 0,0829. Da inércia total, o primeiro componente responde por 47,2% da inércia e o segundo componente responde por 36,66% da inércia, e assim por diante. Idealmente, o primeiro, dois ou três componentes respondem pela maior parte da inércia total.

Proporção, Acumulada e Histograma

A proporção indica a proporção da inércia total (a inércia explicada por todos os componentes) que cada componente principal (eixo) explica. O Minitab exibe os componentes na ordem de suas proporções, da maior para a menor. Cada proporção é visualmente representada no histograma.

A proporção acumulada indica a soma acumulada das proporções conforme os componentes (eixos) são adicionados.

Interpretação

Use a proporção e a proporção acumulada para ajudar a determinar quantos componentes são suficientes para explicar a maior parte da inércia total. Idealmente, dois ou três componentes respondem pela maior parte da inércia total e são mais importantes do que os outros componentes.

Análise da Tabela de Contingência Eixo Inércia Proporção Acumulado 1 0,0391 0,4720 0,4720 2 0,0304 0,3666 0,8385 3 0,0109 0,1311 0,9697 4 0,0025 0,0303 1,0000 Total 0,0829

A tabela Análise de contingência mostra a decomposição da inércia total. A coluna rotulada Inércia contém o valor qui-quadrado / n responsável por cada componente principal, também chamado um eixo principal. Esses resultados mostram a decomposição de uma tabela de contingência 10 x 5 em 4 componentes. A inércia total explicada pelos quatro componentes é 0,0829. Da inércia total, o primeiro componente responde por 47,2% da inércia e o segundo componente responde por 36,66% da inércia, e assim por diante.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política