Especifique o experimento para Criar um experimento fatorial de 2 níveis (geradores padrão)

Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Fatorial > Criação de um Experimento Fatorial > Experimentos

Para especificar o experimento, selecione a resolução do experimento, o número de pontos centrais, replicações e blocos. É possível usar Poder e tamanho de amostra para experimento fatorial com 2 níveis para ajudá-lo para determinar um número adequado de pontos centrais e replicações.

Tabela de experimentos

O Minitab exibe os experimentos básicos possíveis. Dependendo do número de fatores, em geral, você pode selecionar um experimento fatorial completo ou experimento fatorial fracionado. O experimento fatorial completo permite estimar todas as interações entre fatores, mas este experimento exige mais ensaios. Um experimento fatorial fracionado exige menos ensaios, mas este experimento não estima tantas interações entre fatores.

O número de ensaios e a resolução do experimento total pode mudar com base em outros elementos do experimento. Por exemplo, a inclusão de pontos centrais aumenta o número de ensaios.

Número de pontos centrais por bloco

Se você quiser incluir os pontos centrais em seu experimento, selecione o número apropriado de pontos. Pode utilizar pontos centrais para detectar a curvatura na resposta. Também é possível usar pontos centrais para estimar a variabilidade sem ter de replicar todos os pontos de extremidade.

Os pontos centrais são ensaios em que os fatores numéricos são definidos a meio caminho entre os níveis baixo e alto. Por exemplo, se um fator numérico tiver níveis de 100 e 200, o ponto central está definido em 150. Se tiver fatores de texto, o Minitab adiciona um ponto central em cada nível do fator de texto e o nível a meio caminho dos fatores numéricos. Por exemplo, o experimento inclui um fator de texto com a níveis A e B e um fator numérico com os níveis 100 e 200. Se você adicionar um ponto central para o experimento básico, o Minitab adiciona ponto central 1 nos níveis A e 150 e 1 ponto central em níveis B e 150. Assim, o Minitab adiciona 2 pontos centrais para cada ponto central que você especificar.

Se o experimento incluir mais de 1 bloco, o Minitab adiciona o número de pontos centrais especificado para cada bloco. Por exemplo, se você especificar 2 pontos centrais por bloco e 2 blocos para seu experimento, e os fatores forem numéricos, o Minitab adiciona 2 pontos centrais no bloco 1 e 2 pontos centrais no bloco 2.

Aumentar o número de replicações não adiciona mais pontos centrais a menos que você também aumente o número de blocos. Por exemplo, se você especificar 3 pontos centrais, 2 replicações e 1 bloco, o experimento inclui 3 pontos centrais.

Para obter mais informações, vá para Como o Minitab adiciona pontos centrais a um experimento fatorial de dois níveis.

Número de réplicas por pontos de extremidades

Selecione o número de replicações para os pontos de extremidade. Replicações são vários ensaios experimentais com as mesmas definições de fatores (níveis). Uma replicação é equivalente ao experimento básico, em que é realizado um ensaio uma vez. Com duas réplicas, cada ensaio é realizado duas vezes (em ordem aleatória), e assim por diante.

A adição de réplicas pode ajudar a aumentar a precisão do seu modelo e aumentar o poder de detecção dos efeitos. Para determinar quantas réplicas devem ser incluídas em seu experimento, considere os recursos disponíveis e a finalidade de seu experimento. Por exemplo, em uma filtragem de experimentos ou na experimentação sequencial, seria possível começar com o experimento básico (1 replicação) e, em seguida, considerar a possibilidade de adicionar replicações depois de analisar os dados. É possível adicionar replicações ao seu experimento posteriormente com Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Modificação do Experimento. Para obter mais informações sobre replicações, acesse Replicações e repetições em experimentos planejados.

Número de blocos

Selecione o número de blocos. Se seu experimento incluir blocos e o número de blocos for igual ao número de replicações, cada replicação é um bloco separado. Se o número de replicações não for igual o número de blocos, o Minitab cria experimentos em que o número de ensaios por bloco é igual.

Os blocos explicam as diferenças que podem ocorrer entre as execuções que são realizadas sob condições diferentes. Por exemplo, um engenheiro projeta um experimento para estudar a solda e não pode coletar todos os dados no mesmo dia. A qualidade da solda é afetada por diversas variáveis que mudam de um dia para outro e que o engenheiro não pode controlar, como a umidade relativa. Para levar em conta essas variáveis não controláveis, os grupos de engenharia realizam ensaios todos os dias em blocos separados. Os blocos representam a variação das variáveis não controláveis, de forma que estes efeitos não sejam confundidos com os efeitos dos fatores que o engenheiro quer estudar. Para obter mais informações sobre como Minitab atribui os ensaios aos blocos, acesse O que é um bloco?.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política