Avaliação da qualidade

Visão geral

Qualidade é o grau com que os produtos ou serviços atendem às necessidades dos clientes. Os objetivos comuns dos profissionais da área de qualidade incluem reduzir taxas de defeito, fabricar produtos dentro das especificações e padronizar o tempo de entrega.

O Minitab oferece muitos métodos para ajudá-lo a avaliar a qualidade de modo quantitativo e objetivo. Esses métodos incluem cartas de controle, ferramentas de planejamento da qualidade, avaliações dos sistemas de medição (análise de sistema de medições), capacidade do processo e análise de sobrevivência/confiabilidade. Este capítulo se concentra nas cartas de controle e na capacidade do processo.

Você pode personalizar as cartas de controle do Minitab das seguintes maneiras:
  • Atualizar os dados automaticamente, após adicionar ou alterar dados.
  • Escolher como estimar os parâmetros e limites de controle.
  • Exibir testes para causas especiais e estágios históricos.
  • Personalizar a carta, como adicionar uma linha de referência, alterar a escala e modificar os títulos.

É possível personalizar as cartas de controle ao criá-las ou posteriormente.

Com a análise de capacidade do Minitab, é possível fazer o seguinte:
  • Analisar os dados do processo de várias distribuições diferentes, incluindo normal, exponencial, Weibull, gama, Poisson e binomial.
  • Exibir cartas para verificar se o processo está sob controle e se os dados seguem a distribuição definida.

As análises gráficas e estatísticas conduzidas no capítulo anterior mostram que o centro de expedição Ocidente tem o menor tempo de entrega. Neste capítulo, você determinará se o processo do centro de expedição Ocidente está sob controle e é capaz de funcionar de acordo com as especificações.

Avaliar a estabilidade do processo

Padrões incomuns nos seus dados indicam a presença de variação de causa especial, ou seja, variação que normalmente não faz parte do processo. Use cartas de controle para detectar variação de causa especial para avaliar a estabilidade do processo ao longo do tempo.

As cartas de controle do Minitab exibem estatísticas de processo. As estatísticas do processo contêm médias do subgrupo, observações individuais, estatísticas ponderadas e números de defeitos. As cartas de controle do Minitab também exibem uma linha central e limites de controle. A linha central é o valor médio da qualidade estatística que você escolheu para avaliar. Se um processo estiver sob controle, os pontos variarão aleatoriamente em torno da linha central. Os limites de controle são calculados baseando-se na variação aleatória esperada no processo. O limite superior de controle (LSC) está 3 desvios padrão acima da linha central. O limite inferior de controle (LIC) está 3 desvios padrão abaixo da linha central. Se um processo estiver sob controle, todos os pontos na carta de controle estarão entre os limites superior e inferior de controle.

Você pode modificar as especificações padrão de todas as cartas de controle do Minitab. Por exemplo, você pode definir o método de estimativa para o desvio padrão do processo, especificar os testes para causas especiais e exibir estágios históricos.

Criar uma carta Xbarra-S

Crie uma carta Xbarra-S para avaliar a média e variabilidade do processo. Esta carta de controle exibe uma carta Xbarra e uma carta S no mesmo gráfico. Use uma carta Xbarra-S quando seus subgrupos contiverem 9 ou mais observações.

Para determinar se o processo de envio está estável ao longo do tempo, o gerente do centro de expedição Ocidente seleciona aleatoriamente 10 amostras de 20 dias.

  1. Abra os dados das amostras, Qualidade.MTW.
  2. Selecione Estat > Cartas de Controle > Cartas de Variáveis para Subgrupos > Xbarra-S.
  3. Selecione Todas as observações de uma carta estão em uma coluna, em seguida, insira Dias.
  4. Em Tamanhos dos subgrupos, insira Data.
    Para criar uma carta de controle, você só precisa preencher a caixa de diálogo principal. Entretanto, você pode clicar em qualquer botão para selecionar as opções para personalizar sua carta.
  5. Clique em OK.
Carta Xbarra-S
Dica

Mantenha o cursor sobre os pontos na carta de controle ou gráfico para ver as informações sobre os dados.

Interpretar a carta Xbarra-S

Todos os pontos na carta de controle estão dentro dos limites de controle. Desta maneira, a média e o desvio padrão do processo parecem estar estáveis ou sob controle. A média do processo () é 2,985. O desvio padrão médio () é 0,631.

Adicionar estágios à carta de controle

É possível usar estágios em uma carta de controle para mostrar como um processo muda ao longo de períodos específicos de tempo. Em cada estágio, o Minitab calcula novamente a linha central e limites de controle.

O gerente do centro de expedição Ocidente fez uma alteração no processo em 15 de março. Você deseja determinar se o processo estava estável antes e após essa alteração.

  1. Pressione Ctrl+E para abrir a última caixa de diálogo ou Estat > Cartas de Controle > Cartas de Variáveis para Subgrupos > Xbarra-S.
    Dica

    O Minitab salva suas configurações de caixa de diálogo com seu projeto. Para redefinir uma caixa de diálogo, pressione F3.

  2. Clique em Opções de Xbarra-S.
  3. Na guia Estágios, em Definir estágios (grupos históricos) com esta variável, insira Data.
  4. Em Quando iniciar um novo estágio, selecione Com a primeira ocorrência destes valores e insira 15/3/2013.
  5. Clique em OK em cada caixa de diálogo.
Carta Xbarra-S com estágios

Interpretar os resultados

Todos os pontos na carta de controle estão dentro dos limites de controle antes e depois da alteração do processo. Para o segundo estágio, a média do processo () é 2,935 e o desvio padrão médio () é 0,627.

Observação

Como padrão, o Minitab exibe os limites de controle e rótulos de linha central do estágio mais recente. Exibir rótulos para todos os estágios, clique em Opções de Xbarra-S. Na guia Exibição, sob Outro, selecione Exibir rótulos de linha central/limite de controle para todos os estágios.

Adicionar mais dados e atualizar a carta de controle

Quando seus dados mudam, é possível atualizar qualquer carta de controle ou gráfico (exceto Diagrama Ramo-e-Folhas) sem criar novamente o gráfico.

Após criar a carta Xbarra-S, o gerente do centro de expedição Oeste fornece mais dados a você, que foram coletados em 24/03/2013. Adicione os dados na worksheet e atualize a carta de controle.

Adicionar mais dados à worksheet

Você precisa adicionar os dados de data/hora a C1 e os dados numéricos a C2.

  1. Clique na worksheet para ativá-la.
  2. Clique em qualquer célula em C1 e pressione a tecla End para ir até a parte inferior da worksheet.
  3. Para adicionar a data 24/3/2013, às linhas 201–210:
    1. Insira 24/3/2013 na linha 201 em C1.
    2. Selecione a célula que contenha 24/3/2013, e aponte para a alça Autofill no canto inferior direito da célula. Quando o ponteiro se transformar em um sinal de cruz ( + ), pressione a tecla Ctrl e arraste o ponteiro à linha 210 para preencher as células com o valor repetido de data. Ao pressionar a tecla Ctrl e mantê-la pressionada, uma cruz sobrescrita aparece acima do símbolo de cruz do Autofill ( ++). A cruz sobrescrita indica que valores repetidos, em vez de sequenciais, serão acrescentados às células.
  4. Adicione os seguintes dados a C2, começando na linha 201:

    3,60 2,40 2,80 3,21 2,40 2,75 2,79 3,40 2,58 2,50

    À medida que você inserir dados, pressione Enter para mover-se para a próxima célula abaixo. Se a seta de direção de entrada de dados apontar para a direita, clique na seta para que ela aponte para baixo.
  5. Verifique se você digitou os dados corretamente.

Atualizar a carta de controle

  1. Clique com o botão direito do mouse na carta Xbarra-S e, em seguida, selecione Atualizar Gráfico Agora.
Carta Xbarra-S atualizada mostrando o novo subgrupo

A carta Xbarra-S agora inclui o novo subgrupo. A média ( = 2,926) e desvio padrão ( = 0,607) mudaram ligeiramente, mas o processo ainda parece estar sob controle.

Observação

Para atualizar todos os gráficos e cartas de controle automaticamente, selecione Ferramentas > Opções. Expanda Gráficos, em seguida, selecione Outras Opções de Gráficos. Selecione Na criação, defina o gráfico para ser atualizado automaticamente quando os dados forem alterados.

Alterar os rótulos do eixo x para datas

Como padrão, os subgrupos nas cartas Xbarra-S são rotuladas em ordem numérica consecutiva. É possível editar o eixo x para mostrar datas.

  1. Clique duas vezes no eixo x na carta Xbarra (na carta superior).
  2. Na guia Tempo, sob Escala de Tempo, selecione Estampa. Em Colunas da estampa (1-3, mais internas primeiro), insira Data.
  3. Clique em OK.
  4. Repita para o eixo x na carta S.
Carta Xbarra-S com eixos x editados

Interpretar os resultados

O eixo x para cada gráfico agora mostra as datas em vez dos números de subgrupo.

Avaliar a capacidade do processo

Após determinar se um processo está sob controle estatístico, você deseja saber se esse processo é capaz. Um processo é capaz quando atende a especificações e produz boas peças ou resultados. Para avaliar a capacidade, compare a dispersão da variação do processo com a extensão dos limites de especificação.

Importante

Não avalie o capacidade de um processo fora de controle, pois as estimativas da capacidade do processo podem estar incorretas.

Os índices de capacidade, ou estatísticas, são uma maneira simples de avaliar a capacidade do processo. Como os índices de capacidade reduzem as informações do processo a números simples, é fácil comparar um processo a outro.

Executar uma análise de capacidade

Agora que você sabe que o processo de entrega está sob controle, execute uma análise de capacidade para determinar se o processo de entrega está dentro dos limites de especificação e se produz tempos de entrega aceitáveis. O limite superior de especificação (USL) é 6, pois o gerente do centro do expedição oeste considera um pedido como atrasado se ele for entregue após 6 dias. O gerente não especifica um limite inferior de especificação (LSL). A distribuição é aproximadamente normal; assim, você pode usar uma análise de capacidade normal.

  1. Selecione Estat > Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade > Normal.
  2. Em Dados organizados como, selecione Coluna única. Digite Dias.
  3. Em Tamanho do subgrupo, insira Data.
  4. Em Espec superior, insira 6.
  5. Clique em OK.
Análise de capacidade do processo de entrega

Interpretar os resultados

Cpk é uma medida da capacidade potencial do processo. Ppk é uma medida da capacidade global do processo. Tanto Cpk quanto Ppk são maiores que 1,33, que é geralmente o valor mínimo aceitável. Essas estatísticas indicam que o processo do centro de expedição Ocidente é capaz e que o centro de expedição entrega pedidos em um tempo aceitável.

Salvar o projeto

Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.

  1. Selecione Arquivo > Salvar Projeto Como.
  2. Navegue até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.
  3. Em Nome do arquivo, insira MinhaQualidade.
  4. Clique em Salvar.

No próximo capítulo

A análise qualitativa indica que o processo do centro Ocidente está sob controle e é capaz de atender aos limites de especificação. No próximo capítulo, você planejará um experimento e analisará os resultados para investigar maneiras de melhorar ainda mais o processo de pedido e entrega no centro de expedição Ocidente.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política