Insira seus dados para Poder e tamanho de amostra para experimento Plackett-Burman

Estat > Poder e Tamanho de Amostra > Experimento Plackett-Burman

Complete as etapas a seguir para especificar os dados para o cálculo de poder e tamanho da amostra.

  1. Em Número de fatores, insira o número de variáveis que você pretende controlar no experimento. O número deve estar entre 2 e 47.
  2. Em Número de pontos de extremidade, selecione o número de ensaios experimentais que você planeja quando os fatores são definidos em seus níveis baixos ou altos.
    Observação

    Você pode produzir resultados para alguns experimentos que não pode criar com Criação de um Experimento Fatorial. Estes experimentos incluem experimentos de Plackett-Burman com 2 a 15 fatores e 32 pontos de extremidade porque existem experimentos fatoriais de 2 níveis que têm resoluções mais altas.

  3. Especifique os valores para três das variáveis de função de poder a seguir. Deixe a variável que você deseja calcular em branco.
    • Réplicas: Insira um ou mais números inteiros positivos para especificar o número de vezes que você configura cada ponto de extremidade. Por exemplo, para calcular o efeito de configuração de cada ponto de extremidade duas vezes, digite 2. Para avaliar o efeito de diferentes números de réplicas, digite vários valores. Mais repetições dão ao experimento mais poder para detectar um efeito e podem aumentar a precisão das previsões.

    • Efeitos: Insira um ou mais valores para especificar a diferença na resposta média que você pretende detectar entre os níveis baixos e altos de um fator. Normalmente, você insere o menor efeito que tem consequências práticas para a sua aplicação. Por exemplo, digite 5 se for importante detectar esta diferença entre as médias, mas as diferenças menores que 5 forem menos importantes.

    • Valores de poder: Digite um ou mais valores para especificar o poder que você quer que seu experimento tenha. Os valores comuns são 0,8 e 0,9. Por exemplo, digite 0,9 para 90% de probabilidade de que o teste detecte uma diferença prática entre as definições de fatores superiores e inferiores.

    • Número de pontos centrais: Insira uma ou mais inteiros não negativos para especificar o número de ensaios experimentais onde os fatores estão em suas configurações médias.

      Os números comuns de pontos centrais em um experimento geralmente dependem de outras considerações além de poder. Por exemplo, você pode usar pontos centrais para verificar se há relações curvas entre os fatores e a resposta. O conselho mais geral é usar pelo menos 3 pontos centrais no experimento.

  4. Em Desvio padrão, insira o desvio padrão das medidas de resposta em ensaios experimentais replicados. Normalmente, você estima esse valor a partir de pesquisa relacionada, estudos-piloto ou conhecimento do assunto. Se você já fez uma análise no Minitab que tenha produzido uma tabela ANOVA, pode usar a raiz quadrada do quadrado médio ajustado para erro. Também pode inserir 1. Quando você insere 1, os tamanhos de efeito são multiplicadores do desvio-padrão, em vez de unidades da variável de resposta. Por exemplo, se for especificado um tamanho de efeito 2 e um desvio padrão de 1, os cálculos são para um efeito que é o tamanho de 2 desvios padrão.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política