Visão geral de Teste de equivalência para experimento cruzado 2x2

Use Teste de equivalência para experimento cruzado 2x2 para comparar as médias de tratamento de dados que foram coletados em um estudo cruzado 2x2. Esta análise pode ajudar a determinar se os efeitos de um medicamento de teste são equivalentes aos efeitos de um medicamento de referência.

Quando você usa um teste de equivalência para um experimento cruzado 2x2, deve especificar um intervalo de valores que estão "perto o suficiente" para serem considerados equivalentes à média do medicamento de referência. Este intervalo de equivalência, também é chamado de zona de equivalência, é baseado em seu conhecimento do produto ou processo e deverá ser determinado antes de realizar o teste. A análise determina se você tem provas suficientes para afirmar que a diferença (ou razão) entre as médias da população está dentro do intervalo de equivalência.

Por exemplo, um analista quer determinar se um antiácido genérico (medicamento de teste) é tão eficaz na redução da acidez do estômago (pH) como um antiácido de marca (medicamento de referência). Usando um experimento cruzado 2x2, o analista mede o pH gástrico de participantes que utilizam os dois antiácidos. Os antiácidos serão considerados equivalentes se o pH do antiácido genérico estiver dentro de 10% do pH do antiácido de marca. Usando um teste de equivalência de um experimento cruzado 2x2, o analista avalia se os efeitos dos dois antiácidos são equivalentes.

Também é possível usar o teste de equivalência de experimento cruzado 2x2 para realizar testes de superioridade e testes de inferioridade, para avaliar se a média do medicamento de teste for maior ou menor do que a média do medicamento de referência.

Onde encontrar esta análise

Para realizar um teste de equivalência para um experimento cruzado 2x2, selecione Estat > Testes de Equivalência > Experimento Cruzado 2x2.

Quando usar uma análise alternativa

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política