Exemplo de Calcular combinações de saltos

Suponha que você queira estabelecer limites de tolerância para cada elemento em um conjunto de freio.

Você também quer fazer o seguinte:
  • Compare as estatísticas de suas próprias estimativas de tolerâncias e aquelas calculadas utilizando este procedimento
  • Limite a largura do salto inserindo especificações de salto superior e inferior

O procedimento de tolerância tem duas partes. A primeira parte, descrita neste tópico, usa Calcular combinações de saltos. A saída deste comando determina como você realiza a segunda parte do procedimento, que usa Alocar combinações de saltos. Para a segunda parte deste exemplo, acesse Exemplo de Alocar combinações de saltos.

  1. Abra o arquivoQuebra.MTW. (Para uma descrição da worksheet, acesse Os conjuntos de dados que são usados na ajuda do módulo Six Sigma.)
  2.  Selecione Seis Sigma > Experimento para Manufacturabilidade > Calcular Combinações de Gaps.
  3. Em Nomes de elementos, Insira Elementos. Em Médias, insira Médias.
  4. Em Vetores direcionais, insira Vetores de dir'. Em Desvios padrão, insira 'St Dev'.
  5. Em PPM de longo prazo, insira 3,397673. Este é o valor padrão e corresponde a ter um salto Z de longo prazo = 4,5.
  6. Em Especificações do Gap, em Espec inferior, digite 0,001. Em Espec superior, digite 0,251.
  7. Clique em Opções.
  8. Em Complexidade, insira Cmplx.
  9. Em Espec inferior, insira Inferiores. Em Espec superior, insira Superiores.
  10. Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Interpretar os resultados

O Gap Z.Bench é 3,77. No entanto, é necessário um valor de 4,5 para atingir o PPM de longo-prazo desejado sobre a salto do conjunto.

A tabela Estatística de Combinação de Saltos mostra a combinação da média e da variância dos saltos. Não há nenhuma combinação de média a ser alocada, porque, neste caso, a média de salto de curto-prazo é igual ao ponto médio entre os limites de especificação do salto. Quando isso acontece, a combinação da média é sempre igual a 0. A combinação da variância é -0,0002839, o que significa que a variância do salto de longo prazo deve ser reduzida em 0,0002839. Para conseguir isso, você deve executar o segundo estágio da análise, o estágio de alocação.

Análise de Tolerância: Calcular Combinações de Gaps

Especificações do Gap Antes da Alocação das Combinações de Gaps Valor Nominal 0,126 Espec Inferior 0,001 Espec Superior 0,251 Z.Bench (LP) necessário 4,50 Mudança de Longo Prazo 1,50
Estatísticas de Gap de Longo Prazo e Curto Prazo Antes da Alocação das Combinações de Gaps Longo prazo Curto prazo Média 0,126000 0,126000 DesvPad 0,032 0,018 Z.LIE 3,94 7,09 Z.LSE 3,94 7,09 Z.Bench 3,77 6,99
Estatísticas de Combinação de Gaps Média Combinada 0,0000000 Variância Combinada -0,0002839
Estatísticas Globais do Experimento Antes da Alocação das Combinações de Gaps Rendimento Acumulado 46,91 DPU 0,756952 Z.Bench 1,45

Distribuição do Gap Antes da Alocação

Tolerâncias Anteriores à Alocação

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política