Visão geral de Intervalos de tolerância (distribuição normal)

Intervalos de tolerância são uma amplitude de valores para uma característica de qualidade específica de um produto que provavelmente abrange uma determinada porcentagem da produção futura do produto. Use Intervalos de tolerância (distribuição normal) para determinar a amplitude em que uma proporção especificada das medidas de processo tenha previsão de queda quando seus dados surgirem de uma distribuição normal.

Pode-se criar intervalos bilaterais ou unilaterais dependendo do que você deseja determinar, como na seguinte forma:
  • Usar um intervalo de dois lados para determinar o intervalo que contém uma certa porcentagem das medidas de processo.
  • Usar um intervalo unilateral para determinar o intervalo de tal forma que uma certa porcentagem das medidas de processo não seja menor do que um limite inferior, ou não seja maior do que um limite superior.

Por exemplo, um fabricante de peças deseja avaliar a variabilidade da largura de uma peça. Os técnicos coletam amostras aleatórias de 30 peças e medem a largura em milímetros (mm). O fabricante usa um intervalo de tolerância bilateral para determinar a amplitude em que se supõe que as larguras das peças caiam. Se esta amplitude for maior do que os requisitos, o processo poderá produzir perdas excessivas.

Onde encontrar esta análise

Para realizar uma análise de intervalo de tolerância, escolha Estat > Ferramentas da Qualidade > Intervalos de Tolerância (Distribuição Normal).

Quando usar uma análise alternativa

Se desejar calcular os intervalos de tolerância quando seus dados não surgirem de uma distribuição normal, use intervalos de tolerância anormais.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política