Quais testes para causas especiais estão incluídos no Minitab?

Teste 1: um ponto a mais do que 3σ da linha central
, o Test 1 identifica subgrupos que são atípicos se comparados a outros subgrupos. O teste 1 é reconhecido universalmente como necessário para a detecção de situações fora de controle. Se pequenas mudanças no processo forem de interesse, você pode usar o Teste 2 para suplementar o Teste 1, a fim de criar uma carta de controle que tenha maior sensibilidade.
Teste 2: nove pontos em uma linha no mesmo lado da linha central
O Teste 2 identifica mudanças na centralização ou na variação do processo. Se pequenas mudanças no processo forem de interesse, você pode usar o Teste 2 para suplementar o Teste 1, a fim de criar uma carta de controle que tenha maior sensibilidade.
Teste 3: seis pontos em uma linha, todos crescentes ou todos decrescentes
O Teste 3 detecta tendências. Este teste procura uma longa série de pontos consecutivos que aumentam consistentemente em valor ou que diminuem em valor.
Teste 4: quatorze pontos em uma linha, alternando para cima e para baixo
O Teste 4 detecta a variação sistemática. Você deseja que o padrão de variação em um processo seja aleatório, mas um ponto que falha no Teste 4 pode indicar que o padrão de variação é previsível.
Teste 5: dois dos três pontos a mais do que 2σ da linha central (mesmo lado)
o Teste 5 detecta pequenas mudanças no processo.
Teste 6: quatro dos cinco pontos a mais do que 1σ da linha central (mesmo lado)
o Teste 6 detecta pequenas mudanças no processo.
Teste 7: quinze pontos em uma linha dentro de 1σ da linha central (qualquer dos lados)
o Teste 7 detecta um padrão de variação que é algumas vezes confundido como evidência de bom controle. Esse teste detecta limites de controle que são muito amplos. Os limites de controle, que são muito amplos, são frequentemente causados por dados estratificados, que ocorrem quando uma fonte sistemática de variação está presente dentro de cada subgrupo.
Teste 8: oito pontos em uma linha a mais do que 1σ da linha central (em qualquer lado)
o Teste 8 detecta um padrão de mistura. Em um padrão de mistura, os pontos tendem a se encaixar longe da linha central e, em vez disso, se encaixam perto dos limites de controle.

Quais testes devo usar para detectar padrões específicos da variação de causas especiais?

Aplique determinados testes com base em seu conhecimento do processo. Se for provável que seus dados possam conter padrões particulares,você poderá procurá-los escolhendo o teste apropriado. Adicionar mais testes torna a carta mais sensível, mas também pode aumentar a chance de obter um sinal falso. Quando você usa diversos testes juntos, a chance de obter um sinal para falta de controle aumenta.

Cartas variáveis

Se você não tem certeza de quais testes aplicar em sua situação específica, pode tentar usar os Testes 1, 2 e 7 quando estabelecer, pela primeira vez, os limites de controle com base em seus dados. Após os limites de controle estarem estabelecidos, você deve usar os valores conhecidos daqueles limites e o teste 7 não será mais necessário.
  • O teste 1 (um ponto fora dos limites de controle) detecta um único ponto fora de controle.
  • O teste 2 (9 pontos em uma linha em um lado da linha central) detecta um possível desvio no processo.
  • O teste 7 (excesso de pontos em uma linha dentro de 1 desvio padrão da linha central) detecta os limites de controle que são muito amplos. Os limites de controle amplos são frequentemente causados por dados estratificados, que ocorrem quando você tem uma fonte sistemática de variação dentro de cada subgrupo.

Cartas de atributos

Se você não tem certeza de quais testes aplicar em sua situação específica, deve tentar usar os Testes 1 e 2 quando estabelecer, pela primeira vez, os limites de controle com base nos seus dados. Após os limites de controle estarem estabelecidos, você deve usar os valores conhecidos para aqueles limites.
  • O teste 1 (um ponto fora dos limites de controle) detecta um único ponto fora de controle.
  • O teste 2 (9 pontos em uma linha em um lado da linha central) detecta um possível desvio no processo.

Cartas de eventos raros

Cartas G

Os especialistas recomendam que você use o Teste 1 e o Teste 2 ao criar uma carta G porque a carta G pode ser lenta em detectar reduções pequenas a moderadas no número médio de dias ou no número de oportunidades entre eventos.

Para detectar altas taxas de um evento em uma carta G, o Minitab também inclui o teste de Benneyan. O valor mínimo de dados para uma carta G é 0. Na maioria dos casos, o limite de controle inferior de uma carta G também é 0. Desta forma, na maioria dos casos, nenhum ponto em uma carta G pode estar abaixo do limite de controle inferior. O teste de Benneyan falhará se houver muitos pontos consecutivos iguais a 0.

Cartas T

Os especialistas recomendam que você use o teste 1 e o teste 2 ao criar uma carta T porque a carta T pode ser lenta em detectar reduções pequenas a moderadas no tempo médio entre eventos.

Quais testes estão disponíveis com minha carta de controle?

Os testes 1–8 estão disponíveis para a maioria das cartas de controle de variáveis. Observe que somente os testes de 1–4 estão disponíveis para as cartas R, S e de amplitude móvel.

Os testes 1–4 estão disponíveis para as cartas de controle para atributos.

Em cartas de controle ponderadas pelo tempo, o Minitab só realiza um teste para pontos que vão além dos limites de controle. Os outros sete testes supõem que os pontos são independentes. Como os pontos traçados em cartas ponderadas pelo tempo combinam informações de subgrupos anteriores, os pontos não são independentes.

Como eu especifico testes e parâmetros para uma carta de controle?

Quando você cria a maioria das cartas de controle, você pode selecionar os testes a serem realizados e mudar os parâmetros para cada teste. Por exemplo, suponha que você crie uma carta Xbarra e quer realizar os testes 1, 2 e 7. Além disso, você quer traçar limites de controle a 2,5σ em vez de 3σ, de forma que seja mais fácil para os pontos falharem no teste 1.

  1. Selecione Estat > Cartas de Controle > Cartas de Variáveis para Subgrupos > Xbarra.
  2. Preencha a caixa de diálogo da forma usual.
  3. Clique em Opções de Xbarra, e depois na guia Testes.
  4. Selecione o seguinte:
    • 1 ponto > desvios padrão K da linha central
    • K pontos consecutivos do mesmo lado da linha central
    • K pontos consecutivos dentro de 1 desvio padrão da linha central (ambos os lados)
  5. Ao lado de 1 ponto > desvios padrão K da linha central, insira 2,5.
    Os limites de controle serão desenhados em 2,5σ em vez de 3σ. Os pontos irão falhar no teste 1 se eles forem mais do que 2,5 sigma da linha central.
  6. Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Como eu mudo os testes padrão e os parâmetros de teste?

É possível alterar os testes padrão e os parâmetros de teste para sessões futuras do Minitab. Por exemplo, suponha que você deseja executar todo o teste para causas especiais sempre que cria uma carta de controle. Além disso, você deseja desenhar os limites de controle para todas as cartas de controle em 2,5σ ao invés de 3σ.

  1. Selecione Ferramentas > Opções > Cartas de Controle e Ferramentas da Qualidade > Testes.
  2. Na lista suspensa, selecione Realizar todos os testes para causas especiais.
    O Minitab agora irá realizar todos os testes aplicáveis quando você criar uma carta de controle.
  3. Ao lado de 1 ponto > desvios padrão K da linha central, insira 2,5.
    Os limites de controle para cartas de controle serão desenhados em 2,5σ por padrão. Os pontos falharão no Teste 1 se estiveram mais do que 2,5σ distantes da linha central.
Observação

Este procedimento não desfará nenhuma mudança que você tenha feito na guia Testes para gráficos específicos em projetos existentes. Por exemplo, se você tiver modificado anteriormente os parâmetros para uma carta Xbar no projeto atual, o Minitab irá lembrar suas configurações para aquela carta. Os novos padrões não serão aplicados a cartas Xbarra no projeto atual.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política