Especificar como estimar os parâmetros para Carta de valores individuais

Estat > Cartas de Controle > Cartas de Variáveis para Dados Individuais > Dados Individuais > Opções do Gráfico I > Estimativa

Especificar observações para estimar parâmetros

Se algumas observações tiverem dados erráticos devido a causas especiais que você tiver corrigido, é possível omitir essas observações dos cálculos para evitar estimativas dos parâmetros incorretos.

  1. Na lista suspensa, especifique se você deseja listar as observações a serem omitidas ou as observações a serem incluídas.
    • Para listar as observações a serem omitidas, selecione Omitir os seguintes subgrupos ao estimar parâmetros (por exemplo, 3 12:15).
    • Para listar as observações a serem incluídas, selecione Usar os seguintes subgrupos ao estimar parâmetros (por exemplo, 3 12:15).
  2. Liste as observações. Usar dois pontos para indicar uma série de observações. Deixar um espaço entre cada observação ou intervalo de observações.
    Por exemplo, para especificar as observações 2, 9, 44, 45, 46 e 47, insira 2 9 44:47.

Método para estimativa do desvio padrão

Escolha o método para estimar o desvio padrão que o Minitab usa para calcular os limites de controle.

Tamanho do subgrupo = 1
  • Média da amplitude móvel: A amplitude móvel média é o valor médio da amplitude móvel de dois ou mais pontos consecutivos. Utilize este método quando o tamanho do subgrupo for 1.
  • Mediana da amplitude móvel: A amplitude móvel mediana é o valor mediano da amplitude móvel de dois ou mais pontos consecutivos. Utilize este método quando os dados têm intervalos extremos que influenciam a média das amplitudes móveis.
  • Raiz quadrada de MDQS: A raiz quadrada de MSSD é a raiz quadrada da média das diferenças ao quadrado entre pontos consecutivos. Utilize este método quando você não pode assumir razoavelmente que pelo menos 2 pontos consecutivos foram coletados em condições semelhantes.

Especificar o comprimento da amplitude de movimento

Em Tamanho da amplitude móvel, digite o número de observações usadas para calcular a amplitude móvel. Por padrão, um comprimento de 2 é usado porque valores consecutivos têm maior chance de ser iguais. O comprimento deve ser 100.

Se os dados forem cíclicos, considere o uso de uma amplitude móvel de comprimento diferente. Por exemplo, se você coletar dados trimestrais, considere o uso de uma amplitude móvel de comprimento 4 para garantir que uma observação a partir de cada estação seja incluída no cálculo.

Usar estimativa de Nelson

Selecione Usar estimativa de Nelson para corrigir valores anormalmente grandes da amplitude móvel no cálculo dos limites de controle. O procedimento é semelhante ao procedimento proposto por Nelson1. O Minitab elimina todos os valores da amplitude móvel que forem maiores que 3 desvios padrão maior do que a faixa de média móvel e, em seguida, recalcula a amplitude móvel média e os limites de controle. O Minitab repete este procedimento até que nenhum valor na amplitude móvel seja mais do que 3 desvios padrão superior à amplitude móvel média.

Usar constante não-viciada

Selecione Usar constante não-viciada para eliminar o vício que pode ocorrer quando você estima certos parâmetros do processo. Muitas vezes, a opção de usar constantes não-viciadas depende da política da empresa ou de padrões do setor.

1 L. S. Nelson (1982). "Control Charts for Individual Measurements," Journal of Quality Technology, 14, 172−173.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política