Métodos e fórmulas para medidas globais de capacidade em Sixpack de capacidade não-normal

Pp

Pp é calculado usando os valores de parâmetros especificados por você ou é estimado utilizando o método de máxima verossimilhança para uma distribuição utilizada na análise. O Minitab calcula a estatística Pp usando o método do Minitab (padrão) ou o método ISO, dependendo das configurações que forem selecionados em Ferramentas > Opções > Cartas de Controle e Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade. As fórmulas a seguir são baseadas na tolerância padrão de K = 6, que é igual a 6 desvios padrão de largura (3 desvios padrão de cada lado da média do processo).

Método do Minitab

Notação

TermoDescrição
ZlslΦ–1(p1)
Zusl Φ–1(p2)
Φ–1(p)p * 100o percentil de uma distribuição normal padrão
p1 Prob (X ≤ LSL)
p2 Prob (X ≤ USL)
XX segue a distribuição usada na análise

Método ISO

Notação

TermoDescrição
USLLimite superior de especificação
LSLLimite inferior de especificação
X0,99865O 99,865o percentil para a distribuição especificada
X0,00135O 0,135o percentil para a distribuição especificada

Ppk

Total de PPM para desempenho "geral" esperado

O número esperado de partes por milhão que estão fora dos limites de especificação é calculado como se segue:

Total de PPM (geral esperado) = PPM < LSL (geral esperado) + PPM > USL(geral esperado)

Total PPM (geral esperado) = [1,000,000 * F(LSL)]+ [1,000,000 * (1 – F(USL))]

Notação

TermoDescrição
F(X)A função distribuição acumulada (FDA) da distribuição usada na análise com base em parâmetros estimados ou especificados
LSLLimite inferior de especificação
USLLimite superior de especificação
PPMPartes por milhão

Z.Bench Z.LSL Z.USL

A estatística de Benchmark Z para a capacidade global é calculados encontrando o valor Z usando a (0,1) distribuição padrão normal para as estatísticas correspondentes.

Observação

PPL e PPU baseiam-se no método (ISO ou Minitab) utilizado na análise. Para obter mais informações, vá para Métodos e fórmulas para medidas globais de capacidade em Análise de capacidade não-normal. As fórmulas são baseadas na tolerância padrão de K = 6, que é igual a 6 desvios padrão de largura (3 desvios padrão de cada lado da média do processo).

Notação

TermoDescrição
P1Probabilidade (Observações < LSL) com base na distribuição não normal utilizada na análise e os parâmetros que você especificar (ou os parâmetros que são estimados a partir dos dados)
P2Probabilidade (Observações > USL) com base na distribuição não normal utilizada na análise e os parâmetros que você especificar (ou os parâmetros que são estimados a partir dos dados)
Φ (X) A função distribuição acumulada (FDA) da distribuição normal padrão
Φ–1 (X)FDA inversa de uma distribuição-normal-padrão
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política