Considerações de dados para Análise de capacidade de Poisson

Para garantir que seus resultados sejam válidos, considere as seguintes diretrizes ao coletar dados, realizar a análise, e interpretar os resultados.

Você deve ser capaz de contar o número de defeitos em cada item ou unidade
Se os seus dados não são o número total de defeitos para cada unidade em um subgrupo, então você não pode estimar a capacidade de seu processo usando a distribuição de Poisson. Se você puder determinar somente se cada unidade está defeituosa ou não defeituosa, use Análise de capacidade binomial para avaliar a porcentagem de objetos defeituosos.
Coletar dados em subgrupos
Um subgrupo é uma coleção de itens semelhantes que sejam representativos da saída do processo que se pretende avaliar. Um subgrupo pode ser uma única unidade ou uma coleção de unidades de tamanho semelhante. Por exemplo, você poderia registrar o número de imperfeições da superfície de um painel LCD (uma única unidade) ou para um conjunto de painéis de LCD que são todos do mesmo tamanho. Se o subgrupo é uma coleção de unidades, você deve coletá-los sob as mesmas entradas e condições, como pessoal, equipamentos, fornecedores ou meio ambiente.
Colete subgrupos suficientes para obter estimativas de capacidade de processo confiáveis
Tente coletar pelo menos 25 subgrupos. Se você não coletar uma quantidade suficiente de dados durante um período de tempo suficientemente longo, os dados podem não representar com precisão diferentes fontes de variação do processo e as estimativas podem não indicar a verdadeira capacidade de seu processo.
Os subgrupos devem ser grandes o bastante
A taxa média de defeitos por unidade multiplicada pelo tamanho do grupo deve resultar em pelo menos 0,5. Se o tamanho de subgrupo não for grande o suficiente, os limites de controle podem não ser confiáveis quando eles forem estimados a partir dos dados.
Os tamanhos de subgrupos podem ser diferentes
Um subgrupo pode ser uma única unidade ou uma coleção de unidades de tamanho semelhante. Em ambos os casos, o tamanho do subgrupo pode variar e pode ser definido por uma duração de de tempo, uma área ou um número de itens.
O processo deve ser estável e sob controle
Se o processo atual não estiver estável, os índices de capacidade não podem ser utilizados de forma confiável para avaliar o futuro, a capacidade do processo em andamento. Use a carta U a partir da saída análise de capacidade de Poisson para determinar se o processo está estável e sob controle. Investigue os pontos fora de controle e elimine qualquer variação devida a causas especiais presente em seu processo antes de avaliar a capacidade do processo.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política