Selecionar as opções de análise para Análise de capacidade normal para múltiplas variáveis

Estat > Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade > Múltiplas Variáveis (Normal) > Opções

Alvos (Exibir Cpm)

Para especificar os valores alvo para as suas variáveis de processo, digite um valor, vários valores ou uma coluna de valores. Se você inserir um valor, ele se aplica a todas as variáveis ou grupos. Se você inserir vários valores ou uma coluna de valores, os valores correspondem sequencialmente às colunas que inseridas em Variáveis ou aos grupos na coluna Por variáveis.

Quando você digitar um alvo, o Minitab calcula o Cpm, um índice de capacidade, que também considera o quanto os dados se desviam do alvo.

Usar tolerância de K × σ para estatísticas de capacidade

Introduza a largura da tolerância em número de desvios padrão (σ). Por padrão, a tolerância é de 6 desvios padrão de largura (3 desvios padrão de cada lado da média do processo).

Você pode inserir um valor, vários valores ou uma coluna de valores. Se você inserir um valor, ele se aplica a todas as variáveis ou grupos. Se você inserir vários valores ou uma coluna de valores, os valores correspondem sequencialmente às colunas que inseridas em Variáveis ou aos grupos na coluna Por variáveis.

O Minitab interpreta o valor K como a largura de uma tolerância bilateral. Se você quiser usar uma tolerância unilateral, digite um valor de tolerância bilateral que seja o dobro da tolerância unilateral. Por exemplo, se você quiser usar uma tolerância unilateral de 3σ, digite 6.

Observação

Se você quiser que o valor de tolerância digitado seja a configuração padrão para todas as análises de capacidade realizadas, escolha Ferramentas > Opções > Cartas de Controle e Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade e insira a tolerância padrão.

Realizar Análise

Por padrão, o Minitab realiza a análise de capacidade entre/dentre e a análise de capacidade global. Se você não quiser executar uma das análises, desmarque a caixa de seleção.

Dentro ou entre/dentro da análise de subgrupo
Realize a análise entre/dentro subgrupo, que avalia a variação dentro e entre os subgrupos. Esta análise estima o quanto pode ser bom o desempenho do seu processo se fontes adicionais de variação sistêmica, além da variação entre e dentro dos subgrupos, pudessem ser eliminadas.
Análise global
Realize a análise global, que indica a capacidade real do seu processo. Esta análise estima o que seu cliente realmente experimenta ao longo do tempo.

Exibição

Selecione as medidas de capacidade que você deseja que o Minitab exiba:
  • Estatísticas de capacidade (Cp, Pp): Calcule e exiba índices de capacidade, como Cp e Pp.
  • Z Benchmark (nível σ): Calcule e exiba os valores de Z.bench. A opção por usar Z.Bench depende muitas vezes da empresa ou de práticas do setor.
Observação

Se você deseja exibir referência de Z por padrão sempre que realizar uma análise de capacidade, escolha Ferramentas > Opções > Cartas de Controle e Ferramentas da Qualidade > Análise de Capacidade e altere a configuração da exibição padrão.

Escolha como você deseja exibir os valores esperados e observados fora de especificação:
  • Peças por milhão: Exiba os valores em partes por milhão (PPM).
  • Percentuais: Exiba os valores como porcentagens.
Incluir intervalos de confiança
Selecione para exibir intervalos de confiança para os principais índices de capacidade, como Cp, Pp, Cpk e Ppk.
Nível de confiança
Insira um nível de confiança entre 0 e 100. Em geral, um nível de confiança de 95% funciona bem. Um nível de confiança de 95% indica que se você extraiu 100 amostras aleatórias do processo, pode-se esperar que aproximadamente 95 amostras produzam intervalos de confiança que contenham o valor real do índice de capacidade para o processo (se todos os dados do processo puderem ser coletados e analisados).
Para um determinado conjunto de dados, um nível de confiança mais baixo produz um intervalo de confiança estreito e um nível de confiança mais alto produz um intervalo de confiança mais amplo. A largura do intervalo também tende a diminuir com amostras maiores. Portanto, você pode querer usar um nível de confiança diferente de 95%, dependendo de seu tamanho de amostra, como a seguir:
  • Se o tamanho da amostra for pequeno, um intervalo de confiança de 95% pode ser grande demais para ser útil. Usar um nível de confiança mais baixo, como 90%, produzirá um intervalo mais estreito. No entanto, a probabilidade de que o intervalo contenha o índice de capacidade para o processo diminui.
  • Se o tamanho da amostra for grande, talvez você pense em usar um nível de confiança mais alto, como 99%. Com uma amostra grande, um nível de confiança de 99% pode ainda produzir um intervalo razoavelmente estreito, aumentando a probabilidade de que o intervalo contenha o índice de capacidade para o processo.
Intervalos de confiança
Selecione o tipo de intervalo de confiança ou limite que você deseja exibir:
  • Bilateral: Exibir um intervalo de confiança que tenha um limite inferior e superior de confiança.
  • Limite inferior: Exiba somente um limite inferior de confiança. Talvez você queira exibir apenas um limite inferior, se precisar avaliar somente se um um índice de capacidade apresenta probabilidade de ser maior que um valor especificado.
  • Limite superior: Exiba somente um limite superior. Talvez você queira exibir apenas um limite superior se precisar avaliar apenas se um índice de capacidade apresenta a probabilidade de ser menor que um valor especificado.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política