O que é uma curva de característica de operação (CO)?

A curva característica de operação (CO) retrata o poder discriminatório de um plano de amostragem de aceitação. A curva CO representa graficamente as probabilidades de aceitar um lote versus a fração de defeituosos.

Quando a curva CO é representada graficamente, os riscos da amostragem são óbvios. Você deve sempre examinar a curva CO antes de usar um plano de amostragem.

Por exemplo, você faz amostragens de 52 canetas de uma remessa de 5000. Se o %defeituosos real for 1,5%, você tem uma probabilidade de 0,957 aceitar este lote com base na amostra e uma probabilidade de 0,043 de rejeitá-la. Se o %defeituosos real for de 10%, você tem uma probabilidade de 0,097 de aceitar este lote e uma probabilidade de 0,903 de rejeitá-la.

Examine as curvas CO, curvas QMS e curvas ITM juntas ao avaliar os planos de amostragem.

Use uma curva CO para selecionar um plano de amostragem apropriado

Você pode comparar as curvas CO para ajudar a selecionar o plano de amostragem apropriado. Neste caso, o supervisor do turno acredita que a amostragem de 52 canetas entre 5000 é muito grande. Você pode desenvolver curvas para diversos tamanhos amostrais e números de aceitação para ilustrar o risco aumentado.

Se o tamanho amostral é de 35 (linha vermelha) e o % de defeituosos é de 10% você agora tem uma probabilidade de 0,306 de aceitar este lote.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política