Inserção de valores para os parâmetros do modelo estimados

Há vários cenários para os quais você pode inserir valores para os parâmetros do modelo estimados quando utilizar uma regressão com dados de vida útil, análise por probito ou testes de vida acelerados Por exemplo, talvez você deseje fornecer estimativas iniciais de modo que o algoritmo usado para calcular os parâmetros convirja para uma solução. Também é possível inserir os parâmetros do modelo para fazer uma validação cruzada de um modelo com uma amostra independente.

  • Convergência: a solução de máxima verossimilhança pode não convergir se as estimativas iniciais não estiverem próximas à solução verdadeira. Se o algoritmo não convergir para uma solução, é possível especificar os valores iniciais que você julgar bons para as estimativas dos parâmetros em Usar estimativas iniciais na subcaixa de diálogo Opções.
  • Validação: também é possível validar o modelo com uma amostra independente. Para fazer isso, divida os dados em dois subconjuntos. Use o primeiro subconjunto de dados para estimar e armazenar os coeficientes. Se você inserir essas estimativas em Usar estimativas históricas na subcaixa de diálogo Opções. O Minitab usa esses valores como as estimativas dos parâmetros em vez de calcular novas estimativas de parâmetros. Depois, você pode avaliar o ajuste do modelo para a amostra independente.

Em todos os casos, insira uma coluna com entradas que correspondem aos termos do modelo na ordem em que foram digitados na caixa Modelo. Com modelos complicados, descubra a ordem das entradas na coluna de estimativas iniciais, observando a tabela de regressão na saída.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política