Considerações de dados para Análise de correspondência simples

Para garantir que seus resultados sejam válidos, considere as seguintes diretrizes ao coletar dados, realizar a análise, e interpretar os resultados.

Você deve ter dados de classificação de dois fatores
A análise de correspondência simples avalia as relações em uma classificação de dois fatores. Também é possível usar a análise em tabelas de classificação de três ou quatro fatores se você reduzir os dados para uma tabela de dois fatores quando realizar a análise. Para obter mais informações, vá para Combinar variáveis para Análise de correspondência simples.
Você pode ter dados brutos ou dados na forma de uma tabela de contingência
Se você tiver dados categóricos brutos, normalmente tem duas colunas de classificação na worksheet, com cada linha representando uma observação. Você também pode ter até duas colunas de classificação adicional, que devem ser reduzidas, usando-se a subcaixa de diálogo Combinar. Se seus dados estiverem na forma de tabela de contingência, as colunas da worksheet contêm frequências de inteiros das combinações da categoria. Para ver exemplos de cada tipo de dados, vá para Insira seus dados para Análise de correspondência simples. Você deve deletar linhas com dados faltantes da worksheet antes de usar esta análise.
Você pode usar dados suplementares
Você deve ter dados adicionais ou suplementares na mesma forma que o conjunto de dados principal usado para a análise. Esses dados suplementares poderiam ser informações adicionais do mesmo estudo, informações e outros estudos ou perfis alvo. Você pode usar os dados suplementares para validar os componentes, frequentemente com um valor histórico ou padrão conhecido. Também é possível explorar os escores de dados auxiliares, como outliers que você remove da análise. Os dados suplementares aparecem na saída, mas não afetam os componentes.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política