Analise efeitos de local e efeitos de dispersão

O Minitab permite analisar efeitos de local e dispersão em um experimento fatorial com 2 níveis. Para examinar efeitos de dispersão, você precisa de medições repetidas ou replicadas da resposta.
Modelo de local
Examina a relação entre a média da resposta e os fatores.
Modelo de dispersão
Examina a relação entre o desvio padrão das respostas repetidas ou replicadas e os fatores.

Depois que você determinar seu experimento e os dados coletados, pode analisar os modelos de local e dispersão. A seguir, apresentamos uma lista de etapas para analisar modelos de local e dispersão no Minitab, com opções a serem consideradas em cada etapa:

  1. Calcular ou definir os desvios padrão das respostas repetidas ou replicadas com Respostas do Pré-Processo para Análise de Variabilidade. Para abrir Respostas do Pré-Processo para Análise de Variabilidade, escolha Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Fatorial > Respostas do Pré-Processo para Análise de Variabilidade.
  2. Analise o modelo de dispersão usando Análise de Variabilidade. Para abrir Análise de Variabilidade, escolha Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Fatorial > Análise de Variabilidade.
    Decida se você irá:
    • Usar métodos de estimativa de mínimos quadrados ou estimativa da probabilidade máxima ou ambos.
    • Armazenar pesos, usando variância ajustada, para usar ao analisar o modelo de local.
  3. Analisar o modelo de local com Análise de Experimento Fatorial. Para abrir Análise de Experimento Fatorial, escolha Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Fatorial > Análise de Experimento Fatorial.
    Considerar:
    • Qual coluna de respostas a ser usada:
      • Se houver repetições, use a coluna de médias armazenadas calculadas em Pré-processar Respostas.
      • Se houver replicações, use a coluna contendo os dados de resposta originais.

      Por exemplo, um experimento fatorial de 23 com quatro repetições tem oito ensaios experimentais com quatro medições por ensaio. O Minitab calcula a média das quatro repetições em cada ensaio, fornecendo um total de oito observações. O mesmo experimento com quatro replicações tem 32 ensaios experimentais. Neste caso, cada medição é uma observação distinta, resultando em 32 observações. Experimentos com medições replicadas têm mais graus de liberdade para o termo de erro do que experimentos com repetições, que fornecem maior poder para determinar as diferenças entre as configurações de fatores no modelo de local.

    • Se devem ser usados os pesos armazenados na análise de dispersão.
Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política