Métricas do critério ótimo para Selecionar um experimento ótimo

Encontre definições e orientações para a interpretação para cada estatística na no critério ótimo para o experimento.

Número de condição

O número de condição mede a colinearidade entre os termos do modelo. Quando você compara experimentos, é melhor um número de condição menor.

Interpretação

Use o número de condição para comparar diferentes experimentos ideais ou para comparar o mesmo experimento com termos diferentes. Um número de condição de 1 indica que os termos do modelo são ortogonais. Valores maiores indicam mais colinearidade.

A maioria dos experimentos ideais não são ortogonais. Como os termos no modelo não são independentes, a interpretação de experimentos não ortogonais é menos simples do que a interpretação de experimentos ortogonais.

Nestes resultados, o número de condição indica que os dados apresentam colinearidade moderada a forte.

Experimento Ótimo: Temperatura; Cobre; Tampa; Método

Experimento fatorial selecionado de acordo com D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 64 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 32 Termos do Modelo: A; B; C; D; AB; AC; AD; BC; BD; CD 50% dos pontos do experimento inicial são gerados aleatoriamente Os pontos restantes adicionados para o experimento inicial pelo método sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1
Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 46; 54; 36; 8; 44; 47; 31; 55; 30; 43; 38; 59; 62; 15; 56; 24; 42; 20; 32; 16; 6; 45; 19; 17; 25; 49; 64; 10; 37; 1; 39; 3 Número de condição: 259,114 D-ótimo (determinante de XTX): 7,92282E+28 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 12,1719 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,96875 V-ótimo (leverage média): 0,96875 Leverage máximo: 1

D ótimo

O critério D-ótimo indica a capacidade do experimento para obter estimativas ou previsões precisas. Quando se comparam experimentos, um valor maior do critério de D-ótimo é melhor.

Interpretação

Você pode usar as métricas do critério ótimo para comparar experimentos, mas lembre-se que o critério ótimo de um determinado experimento D-ótimo é dependente do modelo. Ou seja, o critério ótimo é definido para um tamanho de um experimento fixo e para um determinado modelo.

Nestes resultados, o primeiro experimento ótimo tem 25 pontos de experimento e o segundo experimento ótimo tem 20 pontos de experimento. O primeiro experimento tem uma estatística do critério D-ótimo maior do que o segundo experimento ótimo, que é esperado com mais ensaios.

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta aumentado de acordo com D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos de experimento para aumentar/melhorar: 20 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 25 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial aumentado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 1; 3; 4; 6; 8; 9; 10; 13; 15; 16; 17; 19; 22; 23; 24; 25; 26; 27; 28; 30; 2; 5; 14; 18; 20 Número de condição: 8,53018 D-ótimo (determinante de XTX): 3,73547E+20 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 1,99479 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,64 V-ótimo (leverage média): 0,64 Leverage máximo: 1

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta selecionados para D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 20 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial gerado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 22; 23; 25; 27; 4; 8; 19; 2; 14; 15; 13; 6; 9; 3; 16; 24; 28; 30; 26; 1 Número de condição: 10,2292 D-ótimo (determinante de XTX): 2,73819E+18 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 2,50391 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,8 V-ótimo (leverage média): 0,8 Leverage máximo: 1

A-ótimo

O critério de A-ótimo mede a variância média dos coeficientes de regressão do modelo ajustado. Quando se comparam modelos, um valor menor do critério de A-ótimo é melhor.

Interpretação

Você pode usar as métricas do critério ótimo para comparar experimentos, mas lembre-se que o critério ótimo de um determinado experimento A-ótimo é dependente do modelo. Ou seja, o critério ótimo é definido para um tamanho de um experimento fixo e para um determinado modelo. Experimentos que sejam mais D-ótimos não são necessariamente mais A-ótimos.

Nestes resultados, o primeiro experimento ótimo tem 25 pontos de experimento e o segundo experimento ótimo tem 20 pontos de experimento. O primeiro experimento tem uma estatística do critério A-ótimo menor do que o segundo experimento ótimo, que é esperado com mais ensaios.

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta aumentado de acordo com D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos de experimento para aumentar/melhorar: 20 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 25 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial aumentado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 1; 3; 4; 6; 8; 9; 10; 13; 15; 16; 17; 19; 22; 23; 24; 25; 26; 27; 28; 30; 2; 5; 14; 18; 20 Número de condição: 8,53018 D-ótimo (determinante de XTX): 3,73547E+20 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 1,99479 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,64 V-ótimo (leverage média): 0,64 Leverage máximo: 1

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta selecionados para D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 20 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial gerado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 22; 23; 25; 27; 4; 8; 19; 2; 14; 15; 13; 6; 9; 3; 16; 24; 28; 30; 26; 1 Número de condição: 10,2292 D-ótimo (determinante de XTX): 2,73819E+18 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 2,50391 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,8 V-ótimo (leverage média): 0,8 Leverage máximo: 1

G-ótimo

O critério G-ótimo é a razão entre a variância de predição média e a variância máxima predição sobre os pontos do experimento. Os experimentos G-ótimos minimizam o denominador, enquanto experimentos V-ótimos minimizam o numerador. De maneira ideal, é desejável que tanto o numerador quanto o denominador sejam valores menores.

Interpretação

Você pode usar as métricas para o critério ótimo a fim de comparar experimentos, mas lembre-se que o critério ótimo de um determinado experimento G-ótimo é dependente do modelo. Ou seja, o critério ótimo é definido para um tamanho de um experimento fixo e para um determinado modelo. Experimentos que sejam mais D-ótimos não são necessariamente mais G-ótimos.

Nestes resultados, o primeiro experimento ótimo tem 25 pontos de experimento e o segundo experimento ótimo tem 20 pontos de experimento. O experimento com mais pontos é menos G-ótimo do que o experimento com mais pontos, mesmo que o experimento maior seja mais D-ótimo.

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta aumentado de acordo com D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos de experimento para aumentar/melhorar: 20 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 25 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial aumentado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 1; 3; 4; 6; 8; 9; 10; 13; 15; 16; 17; 19; 22; 23; 24; 25; 26; 27; 28; 30; 2; 5; 14; 18; 20 Número de condição: 8,53018 D-ótimo (determinante de XTX): 3,73547E+20 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 1,99479 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,64 V-ótimo (leverage média): 0,64 Leverage máximo: 1

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta selecionados para D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 20 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial gerado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 22; 23; 25; 27; 4; 8; 19; 2; 14; 15; 13; 6; 9; 3; 16; 24; 28; 30; 26; 1 Número de condição: 10,2292 D-ótimo (determinante de XTX): 2,73819E+18 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 2,50391 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,8 V-ótimo (leverage média): 0,8 Leverage máximo: 1

V-ótimo

O critério de V-ótimo mede a variância de previsão média sobre o conjunto de pontos de experimento. Quando se comparam modelos, um valor menor do critério de V-ótimo é melhor.

Interpretação

Você pode usar as métricas para o critério ótimo a fim de comparar experimentos, mas lembre-se que o critério ótimo de um determinado experimento V-ótimo é dependente do modelo. Ou seja, o critério ótimo é definido para um tamanho de um experimento fixo e para um determinado modelo. Experimentos que sejam mais D-ótimos não são necessariamente mais V-ótimos.

Nestes resultados, o primeiro experimento ideal tem 25 pontos de design e o segundo experimento ideal tem 20 pontos de design. O primeiro experimento tem uma estatística do critério V-ótimo menor do que o segundo experimento ideal, que é esperado com mais experimentos.

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta aumentado de acordo com D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos de experimento para aumentar/melhorar: 20 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 25 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial aumentado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 1; 3; 4; 6; 8; 9; 10; 13; 15; 16; 17; 19; 22; 23; 24; 25; 26; 27; 28; 30; 2; 5; 14; 18; 20 Número de condição: 8,53018 D-ótimo (determinante de XTX): 3,73547E+20 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 1,99479 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,64 V-ótimo (leverage média): 0,64 Leverage máximo: 1

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta selecionados para D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 20 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial gerado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 22; 23; 25; 27; 4; 8; 19; 2; 14; 15; 13; 6; 9; 3; 16; 24; 28; 30; 26; 1 Número de condição: 10,2292 D-ótimo (determinante de XTX): 2,73819E+18 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 2,50391 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,8 V-ótimo (leverage média): 0,8 Leverage máximo: 1

Leverage máximo

O leverage máximo indica que um experimento tem um ponto altamente influente quando o leverage máximo é muito maior do que o critério V-ótimo. O Minitab usa esse valor no denominador ao calcular o critério G-ótimo.

Interpretação

Use o leverage máximo para determinar quando um experimento contém pelo menos um ponto influente. Os experimentos que forem mais do que um D-ótimo podem ter pontos influentes.

Nestes resultados, o leverage máximo é 1 e o critério V-ótimo é de 0,8. Neste experimento ótimo, nenhum dos níveis de fator na linha 2 estão em qualquer um dos outros pontos.

Experimento Ótimo: Blocos; A; B; C; D

Experimentos de superfície de resposta selecionados para D-ótimo Número de pontos candidatos do experimento: 30 Número de pontos do experimento em experimento ótimo: 20 Termos do Modelo: Bloco; A; B; C; D; AA; BB; CC; DD; AB; AC; AD; BC; BD; CD Experimento inicial gerado pelo método Sequencial Experimento inicial melhorado pelo método de Troca O número de pontos do experimento trocados é 1 Experimento Ótimo Número de linha de pontos de experimentos selecionados: 22; 23; 25; 27; 4; 8; 19; 2; 14; 15; 13; 6; 9; 3; 16; 24; 28; 30; 26; 1 Número de condição: 10,2292 D-ótimo (determinante de XTX): 2,73819E+18 A-ótimo (traço de inv(XTX)): 2,50391 G-ótimo (leverage méd/leverage max): 0,8 V-ótimo (leverage média): 0,8 Leverage máximo: 1

A maior e a menor distância entre os pontos ideais

O Minitab exibe as maiores e menores distâncias entre os pontos do experimento selecionados. Este valor é a distância euclidiana.

Interpretação

A diferença entre os valores maior e menor distância indica como os pontos estão distribuídos uniformemente no espaço do experimento. É possível usar esta informação para comparar experimentos.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política