Visão geral de Selecionar um experimento ótimo

Use Selecionar um experimento ótimo para selecionar, adicionar, trocar ou avaliar ensaios a partir de um conjunto de candidatos a ensaios experimentais. Os recursos de experimento ótimo do Minitab podem ser usados com experimentos fatoriais completos, experimentos de superfície de resposta e experimentos de mistura em geral. O Minitab oferece dois critérios de ótimo para selecionar pontos do experimento, Critério D-ótimo e critério de otimização baseado em distância. Para obter mais informações, acesse O que é um experimento ótimo?.

Você pode usar Seleção de um Experimento Ótimo para realizar qualquer uma das tarefas a seguir.
Selecionar um experimento ótimo
Selecionar pontos do experimento entre um conjunto de pontos para obter um experimento ótimo. Selecionar um experimento ótimo é usado frequentemente para reduzir o número de ensaios experimentais quando o experimento original contém mais pontos do que seria viável devido a restrições de tempo ou orçamento.
Por exemplo, um engenheiro tem dois fatores categóricos de três níveis e três fatores categóricos de dois níveis que exigem 72 ensaios para uma única replicação de um experimento fatorial completo geral. Em vez disso, o engenheiro seleciona 24 pontos para formar um experimento D-ótimo que pode estimar os efeitos principais e algumas interações bidirecionais.
Ampliar um experimento existente
Adicione pontos de experimento a um experimento D-ótimo. Geralmente, você aumenta um experimento quando há recursos adicionais para coletar mais dados depois que você já criou um experimento e coletou dados. Também é possível ampliar um experimento para adicionar ensaios que permitem incluir termos adicionais em seu modelo.
Por exemplo, depois que o engenheiro executa um experimento D-ótimo de 24 ensaios, ele acha que há recursos suficientes para adicionar mais 4 ensaios experimentais.
Melhorar o critério de D-ótimo de um experimento
Adicionar ou trocar pontos para aumentar a D-ótimo do experimento. Geralmente, você troca pontos antes de coletar dados.
Por exemplo, no experimento inicial, os 24 pontos no experimento D-ótimo estimam efeitos principais e algumas interações bidirecionais. O engenheiro decide selecionar um conjunto diferente de 24 pontos de experimento que estimam apenas efeitos principais.
Avaliar um experimento
Obter estatísticas ótimas para o experimento. Você pode usar essas informações para comparar experimentos ou avaliar alterações nas características ótimas de um experimento ao alterar o modelo.
Por exemplo, o engenheiro gera um experimento D-ótimo que estima todos os efeitos principais e algumas interações bidirecionais. O engenheiro quer saber como a o critério D-ótimo muda se o modelo contiver somente efeitos principais.

Onde encontrar esta análise

  • Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Fatorial > Seleção de Experimento Ótimo
  • Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Superfície de Resposta > Seleção de Experimento Ótimo
  • Estat > DOE (Planejamento de Experimento) > Mistura > Seleção de Experimento Ótimo

Quando usar uma análise alternativa

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política