Interpretar os principais resultados para Criar um experimento fatorial de 2 níveis (geradores padrão).

Conclua as etapas a seguir para examinar o experimento criado. Os principais resultados incluem o resumo do experimento e a estrutura de aliases.

Etapa 1: Examine as propriedades do experimento

Use o resumo do experimento para examinar as propriedades fundamentais do experimento. A maioria das propriedades do experimento vão coincidir com as seleções feitas para o experimento básico.

No entanto, se o experimento incluir duplicações ou blocos, a resolução do experimento final pode diferir da resolução do experimento básico. As duplicações podem aumentar a resolução do experimento. Os blocos podem diminuir a resolução do experimento.

O número total de ensaios é diferente do número de ensaios no experimento básico quando o experimento inclui qualquer um dos elementos a seguir:
  • Replicações ou duplicações: Cada replicação ou duplicação acrescenta ensaios igual ao número de pontos de extremidade e pontos centrais no experimento básico.
  • Pontos centrais: Cada ponto central adiciona 1 ensaio ao número total de ensaios no experimento básico.
  • Blocos e pontos centrais: Cada bloco contém o mesmo número de pontos centrais, por isso, se você tiver 4 blocos com 4 pontos centrais por bloco, deve adicionar 16 pontos ao experimento básico.
  • Fatores de texto e pontos centrais: O Minitab adiciona pontos centrais a cada nível de um fator de texto em um experimento de 2 níveis. Dessa forma, cada fator de texto dobra o número de pontos centrais no experimento.
Para este experimento, todas as características do experimento são as mesmas que das seleções feitas durante a criação do experimento.
Resumo do experimento Fatores: 6 Experimento Base: 6; 16 Resolução: IV Ensaios: 16 Réplicas: 1 Fração: 1/4 Blocos: 1 Pts centrais (total): 0
Este experimento tem 4 blocos. Cada bloco contém 4 ensaios. A resolução é diferente do experimento sem blocos, porque os blocos são confundidos com as interações bidimensionais.
Resumo do experimento Fatores: 6 Experimento Base: 6; 16 Resolução com blocos: III Ensaios: 16 Réplicas: 1 Fração: 1/4 Blocos: 4 Pts centrais (total): 0 * NOTA * Os blocos estão confundidos com interações de dois fatores.
Este experimento tem 4 blocos e 2 replicações. Cada bloco contém 8 ensaios. Como os blocos podem ser parcialmente gerados a partir das replicações, a resolução com blocos é IV. Como o experimento tem 2 replicações, dois ensaios para cada combinação de níveis de fator no experimento básico estão no experimento final. Assim, o número de ensaios é o dobro do número de ensaios para o experimento básico.
Resumo do experimento Fatores: 6 Experimento Base: 6; 16 Resolução com blocos: IV Ensaios: 32 Réplicas: 2 Fração: 1/4 Blocos: 4 Pts centrais (total): 0
Este experimento inclui 2 pontos centrais. Como que o experimento tem todos os fatores numéricos, um total de 2 pontos centrais está incluído no experimento.
Factors: 6 Base Design: 6, 16 Resolution: IV Runs: 18 Replicates: 1 Fraction: 1/4 Blocks: 1 Center pts (total): 2
Este experimento inclui 2 pontos centrais, mas como um dos fatores é um fator de texto, o Minitab adiciona um total de 4 pontos centrais ao experimento. Quando o experimento inclui um fator de texto, o Minitab adiciona pontos centrais no nível baixo e ao nível alto do fator de texto com os fatores numéricos fixados nos seus níveis do ponto médio.
Factors: 6 Base Design: 6, 16 Resolution: IV Runs: 20 Replicates: 1 Fraction: 1/4 Blocks: 1 Center pts (total): 4

Etapa 2: Examine a estrutura de aliases

A estrutura de confundimento descreve o padrão de confundimento que ocorre em um experimento. Diz-se também que os termos que são confundidos são aliases.

O confundimento ocorre em experimentos fatoriais fracionados porque o experimento não inclui todas as combinações de níveis de fator. Por exemplo, se o fator A for confundido com a interação de 3 fatores BCD, o efeito estimado para A será a soma do efeito de A e do efeito de BCD. Não é possível determinar se um efeito significativo é devido a um A ou a um BCD, ou a uma combinação de ambos. Ao analisar o experimento no Minitab, é possível incluir termos confundidos no modelo. O Minitab remove os termos que são listados posteriormente na lista de termos. No entanto, certos termos são sempre ajustados primeiro. Por exemplo, se você incluir blocos no modelo, o Minitab mantém os termos do bloco e remove todos os termos que são confundidos com blocos.

Você pode usar a estrutura aliases para garantir que os termos importantes não sejam confundidos uns com os outros. Se a estrutura de aliases for inaceitável, considere tomar uma das ações a seguir:
  • Crie o novamente o experimento, mas insira os fatores no Minitab em uma ordem diferente.
  • Use uma fração maior do experimento.
  • Duplique o experimento.
  • Especifique geradores de experimento diferentes.

Para ver como determinar a estrutura de aliases, acesseTodas as estatísticas para Criar um experimento fatorial de 2 níveis (geradores padrão) e clique em "Relação definidora".

Experimento Fatorial Fracionado

Resumo do experimento Fatores: 5 Experimento Base: 5; 8 Resolução: III Ensaios: 8 Réplicas: 1 Fração: 1/4 Blocos: 1 Pts centrais (total): 0 * NOTA * Alguns efeitos principais são confundidos com iterações de dois fatores.

Geradores de experimento: D = AB; E = AC

Estrutura de Aliases I + ABD + ACE + BCDE A + BD + CE + ABCDE B + AD + CDE + ABCE C + AE + BDE + ABCD D + AB + BCE + ACDE E + AC + BCD + ABDE BC + DE + ABE + ACD BE + CD + ABC + ADE
Principal resultado: Estrutura de aliases

Neste experimento, a tabela de estrutura de aliases mostra que vários termos são confundidos entre si. Por exemplo, a segunda linha na tabela indica que o fator A é confundido com os termos BD, CE e ABCDE. A terceira linha mostra que o fator B é confundido com os termos AD, CDE e ABCE.

O engenheiro que planejou este experimento determina que a interação AB é um termo importante e não pode ser confundido com nenhum efeito principal. No entanto, a estrutura de aliases mostra que AB é confundido com o fator D. O engenheiro também nota que existem várias outras interações bidimensionais que não são confundidas com nenhum efeito principal, incluindo BC, DE, BE e CD. Ao alterar a ordem em que os fatores são inseridos no Minitab, o engenheiro pode criar um experimento em que a interação importante não é confundida com nenhum efeito principal. O engenheiro recria o experimento e insere o fator A na terceira linha na caixa de diálogo, em vez da primeira linha, de forma que o fator A se torna o fator C. A interação original entre A e B é agora a interação entre B e C, que não é confundida com nenhum efeito principal.

Etapa 3: Colete os dados experimentais

Quando você cria seu experimento, o Minitab armazena as informações de experimento na worksheet. O Minitab inclui colunas para a ordem padrão (OrdemPad), ordem dos ensaios (OrdemEns), pontos centrais (PtCentral), blocos (Blocos) e uma coluna para cada fator. Para obter mais informações, vá para Como o Minitab armazena informações de experimentos na worksheet.

Você pode usar a worksheet para orientar seu experimento porque ela relaciona as definições de fatores para cada ensaio experimental e, se você aleatorizou o experimento, a ordem na qual você deve realizar os ensaios. Se você não aleatorizaou o experimento, pode fazer isso com Modificar experimento. Antes de realizar o experimento, você deve nomear uma ou mais colunas na worksheet para os dados de resposta. Depois de inserir os dados de resposta, você pode usar Analisar um experimento fatorial para analisar o experimento.

Por exemplo, esta worksheet mostra um experimento com 2 fatores, Temperatura e Tempo. A primeira linha na worksheet contém o primeiro ensaio experimental, onde a temperatura é definida como 100 e o tempo é definido como 5. Depois que este ensaio é realizado, é possível inserir a medição de força na worksheet.

C1 C2 C3 C4 C5 C6 C7
OrdemPad OrdemEns PtCentral Blocos Temperatura Tempo Resistência
6 1 1 1 100 5  
2 2 1 1 200 10  
9 3 0 1 150 7,5  
5 4 1 1 200 10  
1 5 1 1 200 5  

Antes de realizar o experimento, há várias atividades que você pode fazer para ajudar a garantir que ele seja bem-sucedido.
  • Documente os procedimentos para o experimento e treinar os indivíduos que estão envolvidos nele.
  • Valide o sistema de medição para garantir que ele esteja preciso.
  • Revise as combinações de níveis fator para se certificar de que elas são todas viáveis.
  • Realizar ensaios de teste para verificar materiais, equipamentos e procedimentos.

Para obter mais informações, vá para Lista de verificação de atividades pré-experimentais.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política