Exemplo de Gráfico de dispersão marginal

Um engenheiro de qualidade de um fabricante de câmeras quer encurtar o tempo de recuperação flash. O tempo de recuperação Flash é a menor quantidade de tempo necessária entre flashes. O engenheiro quer determinar se existe uma relação entre a tensão remanescente na bateria da câmera imediatamente após um flash e o tempo de recuperação do flash. O engenheiro também quer determinar se existem diferenças no tempo de recuperação flash entre a formulação antiga e a formulação nova da bateria. O engenheiro coleta amostras aleatórias de baterias fabricadas com as formulação antiga e a nova. O engenheiro mede a tensão remanescente imediatamente após um flash e o tempo de recuperação do flash para cada formulação.

Como parte da investigação inicial, o engenheiro cria um gráfico de dispersão marginal do tempo de recuperação do flash versus a tensão remanescente após o flash, para avaliar a relação entre as duas variáveis e analisa suas distribuições.

  1. Abra os dados das amostras, TempoRecuperaçãoFlash.MTW.
  2. Selecione Gráfico > Gráfico de Dispersão Marginal > Com Histogramas.
  3. Em Variável Y, insira 'Recuperação do flash'.
  4. Em Variável X, insira 'Volts Depois'.
  5. Clique em OK.

Interpretar os resultados

O gráfico de dispersão demonstra uma possível relação linear negativa entre os volts remanescentes após o tempo de recuperação de flash. Como os volts remanescentes após um flash diminuem, o tempo de recuperação de flash aumenta. As distribuições marginais têm conjuntos de pontos (aproximadamente 5 para Recuperação do flash e aproximadamente 1,1 para Volts Depois).

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política