Traços "encravados" ou "invertidos" em um boxplot

Por padrão, a parte inferior da caixa está no 1o. quartil (Q1), e o topo está no 3o. valor do quartil (Q3). Os traços são as linhas que se estendem das partes superior e inferior da caixa até os valores adjacentes. Os valores adjacentes são as observações inferiores e superiores que ainda estão dentro da região definida pelos seguintes limites:
  • Limite inferior: Q1 - 1,5 (Q3 - Q1)
  • Limite superior: Q3 + 1,5 (Q3 - Q1)

Contudo, o valor adjacente superior pode ser menor do que Q3, o que força o traço a ser desenhado de Q3 para a caixa.. O valor adjacente inferior também pode ser maior do que Q1, o que força o traço a ser desenhado de Q1 para a caixa.

Exemplo de um boxplot com um traço "encravado"

Esse boxplot mostra os seguintes dados: 1200 1443 1490 1528 1563 2479.

Para este boxplot:
  • Q1 = 1382
  • Q3 = 1792
  • Limite inferior = 1.382 - 1,5*(1.792-1.382) = 767
  • Limite superior = 1.792 + 1,5*(1.792-1.382) = 2.407

A menor observação dentro deste intervalo é 1200 e a maior é 1563. O traço inferior conecta Q1=1382 a 1200, que se estende para fora da caixa. O traço superior conecta Q3=1792 a 1536, que se estende para dentro da caixa.

Observação

Se você escolher usar hinges em vez de quartis para os pontos de extremidade da caixa, os traços nunca serão "encravados".

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado.  Leia nossa política